De volta à infância com futebol de rua

Pequeno torneio de futebol de rua para jovens movimentou o jardim San Fernando

Publicado: 15/06/17 • 21h31
Atualizado em: 19/06/17 • 16h04

O domingo 04 de maio foi movimentado na avenida Francisco Serpeloni, via que separa o jardim Itália e o San Fernando, devido ao futebol de rua realizado pelo líder comunitário Adenilson Félix de Oliveira (42), conhecido como Dô. 


O futebol reuniu 16 pessoas de 13 a 20 anos e as partidas foram acompanhadas por um bom público, sentado onde dava. A iniciativa partiu dos próprios jovens da comunidade em parceria com Dô. “Eles mesmos me falaram que queriam alguma coisa para se ocupar no esporte e não ficarem na rua”, contou o organizador. Segundo Dô, o objetivo é dar andamento no esporte naquele local. “Os meninos estão carentes do esporte”, explicou. O treinador de futebol afirmou que deseja resgatar a tradição de infância de jogar bola na rua. “A gente quando era criança brincou muito e hoje muitas dessas crianças nem sabem o que é futebol de rua”, justificou Dô.

O campeão do torneio foi o time “Trio Parada Dura”. Os jogos eram de três jogadores contra três e tiveram 15 minutos de duração. O gol era “livre” e os times eram formados na hora. “A gente colocou todo mundo para participar, não deixamos ninguém de fora”, destacou. A disputa foi feita com bola de futebol de salão e aconteceu nos moldes tradicionais, com oitavas e quartas de final, semi e a grande final. “Fizemos por grupo também e de 16 se classificavam 8 e dos 8 ficavam 4 e depois 2”, explicou Dô. O organizador revelou que as partidas foram muito boas. “Saiam na faixa de cinco a seis gols por partida”, contou.

Dô revelou que o esporte no bairro tem uma grande demanda. “O nosso campo está parado”, reclamou. Mesmo assim, o organizador pretende dar continuidade a essa iniciativa inédita no município e já recebeu um convite para realizar o futebol de rua também na Vila Oliveira. “Acho que fui o primeiro de Rolândia a fazer isso”, afirmou. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.