Soletrando 2017 começou na escola Parigot

Projeto da escola municipal Parigot de Souza chegou a sua 6ª edição e, neste ano, tem apoio do JR

Publicado: 11/10/17 • 17h22
Atualizado em: 11/10/17 • 17h31

Cerca de 150 alunos e alunas dos 4º e 5º anos da escola municipal Parigot de Souza, de Rolândia, disputaram a 1ª eliminatória do 6º Soletrando na quinta-feira (06). De acordo  com a pedagoga Fernanda Bento,  foram duas eliminatórias: “Uma para o pessoal da manhã e outra para os alunos do período da tarde”.

O projeto da escola escolhe os melhores estudantes na arte de soletração de palavras. A escola Parigot foi precursora desse tipo de competição em Rolândia. Os primeiros concursos foram disputados em 2008 e 2009 e retomados em 2014, pela nova diretoria. Os alunos que vem da inclusão também participam da competição. O último campeão, aliás, vem de uma sala especial: Samuel Jorge da Silva Moreira, 15 anos, foi vice-campeão em 2015 e campeão em 2016.

Na última semana, todos os participantes receberam uma lista com 30 palavras para decorar. Quem errou\ não avança para a próxima fase, que serão disputadas sempre às sextas-feiras na própria escola.  “Até chegarmos a cinco competidores para a grande final”, ressaltou Fernanda Bento. Tudo isso acompanhado por uma banca com três professores: um fala a palavra, outro acompanha a soletração e um terceiro dá o significado da palavra a ser soletrada. 

Apoio do JR
Neste ano, o projeto tem o apoio do JR, que divulga o evento. “Queremos  o Soletrando também nas outras escolas de Rolândia”, explicou Josiane Rodrigues, editora do JR. A Educação é uma das maiores preocupações do Jornal, que tem desenvolvidos projetos na área.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.