Saúde do homem em pauta

Palestras fazem parte do Novembro Azul e incentivam a prevenção do câncer de próstata e de outras doenças

Publicado: 13/11/17 • 18h02
Atualizado em: 14/11/17 • 17h44


Neste mês, a secretaria de Saúde de Rolândia está promovendo ações especiais do Novembro Azul. O objetivo, além de divulgar o combate ao câncer de próstata, é incentivar o homem a cuidar da sua saúde. Suely Woehl, coordenadora de Saúde, explicou que todas as nove Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão promovendo palestras educativas de temas alusivos ao Novembro Azul, como o câncer de próstata, pressão alta, diabetes, tabagismo, obesidade e a saúde masculina em geral. “Estamos fazendo palestras de uma forma que abrange a saúde do homem como um todo”, explicou Suely. A frequência das atividades e os temas ficam a critério de cada unidade.

A coordenadora é responsável pelas palestras nas empresas que formaram parceria com a secretaria de Saúde. Uma delas foi a Silomax, que recebeu palestras na terça (07), quarta (08) e quinta (09) para mais de duzentos funcionários. Na próxima terça (14), será a vez dos funcionários da Granjeiro participarem da palestra e na quinta (16), dos homens da M. Dias Branco. “A gente vê que os homens se interessam bastante e as empresas também tem o interesse de estar levando saúde para o trabalhador, na forma de prevenção”, apontou.

A palestra orienta o homem a fazer consultas anuais de rotina nas UBSs e não apenas procurar ajuda médica ao notar sintomas mais graves. “Não deixe para procurar uma unidade de saúde quando você já tem os sintomas, vá à unidade para fazer a prevenção”, alertou Suely. Os exames de rotina são oferecidos gratuitamente pelo SUS e realizados em Rolândia ou no Cismepar, em Londrina. “Se os homens tiverem algum sintoma que eu fale, do câncer de próstata, que eles procurem a unidade mais próxima de sua casa”, aconselhou.

Câncer de próstata
As UBSs oferecem o exame de PSA, que diagnostica o câncer de próstata, e é indicado aos homens acima de 50 anos ou até mais novos, que tenham sintomas ou histórico familiar. O exame é realizado de acordo com a solicitação médica após a consulta na unidade. “Dependendo do relato do paciente, o médico também vai pedir outros exames”, explicou a coordenadora.

Os sintomas do câncer de próstata incluem dores, micção frequente, dolorosa e acompanhada por sangue e sensação de que a bexiga não foi esvaziada completamente. Suely ainda destacou que é preciso desmistificar o exame de toque, tão temido pelos homens. “Quando o toque é necessário para o homem, ele não deixa ser tocado pelo machismo”, afirmou. “O simples toque salva uma vida e ele não dura trinta segundos. Se você não deixa ser tocado por trinta segundos, quando você já está com o câncer instalado e está dentro de um hospital, eles viram você do avesso e é bem pior”, advertiu Suely.






Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.