Grande show para plateia pequena

Com pouca divulgação, artista indicada a prêmio internacional tem público de menos de 20 pessoas no Nanuk

Publicado: 15/05/18 • 11h12
Atualizado em: 16/05/18 • 16h23

    Um público de menos de 20 pessoas foi brindado com uma apresentação de primeiríssima qualidade da cantora Jô Nunes, na noite de domingo (06) no centro cultural Nanuk, em Rolândia. Considerada uma das mais talentosas cantoras da nova geração do Brasil, Jô foi recentemente indicada ao IMAs (The Independent Music Awards), um dos principais prêmios da indústria fonográfica mundial, pelo seu disco “Meu Canto Brasileiro”.

    E justamente esse show foi apresentado gratuitamente em Rolândia, em um projeto do Sesi Cultural Paraná. O mesmo espetáculo esteve em outras cidades paranaenses, após uma temporada na Europa.

    Genuinamente brasileira, a obra musical da cantora aborda uma linguagem que dialoga com acordes e sons universais, em um hibridismo popularmente conhecido como Samba-Jazz. Natural de Guarapuava e radicada em Curitiba, Jô compreende a importância de apresentar seu trabalho para essas regiões do estado.

    Nota do editor
    A ótima performance da artista contrasta com o (pouco) trabalho de divulgação feito em Rolândia pelos responsáveis - e não era a Secretaria Municipal de Cultura. Poucos panfletos e cartazes foram espalhados pela cidade e às vésperas do evento - o JR mesmo só foi avisado na quarta-feira, quatro dias antes. Uma pena que isso impediu que muitas pessoas pudessem ter o privilégio de assistir a um espetáculo de qualidade.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.