A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2013

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. A Jornada Mundial da...

Memórias do Padre Zé

Aspectos da Semana Missionária, realizada em Rolândia, em preparação a JMJ 2013

Entre as memórias mais lindas vividas no Brasil está, sem dúvida, a realização da Jornada Mundial da Juventude, na cidade do Rio de Janeiro, em julho de 2013 e que contou com a presença do Santo Padre, o Papa Francisco. Uma multidão calculada em torno de 4 milhões de jovens do mundo inteiro esteve presente no Rio nos últimos três dias da Jornada, formando um espetáculo de fé e de religiosidade em todas as respectivas celebrações e, de modo especial, no dia 28 de julho, com a Missa do envio presidida pelo Papa Francisco na praia de Copacabana.

Desde o final de janeiro daquele ano, foram iniciadas nas paróquias de Rolândia as reuniões com os mais variados grupos de jovens ligados direta ou indiretamente ao Setor Juventude para prepara-los e inscrevê-los nesta Jornada Mundial da Juventude. Diante do interesse e empolgação demonstrados pelos jovens, encarreguei o auxiliar administrativo da Paróquia São José a iniciar contatos com empresas de transporte coletivo a fim de garantir, pelo menos, dois ônibus para a última semana de julho. Simultaneamente, foram iniciadas as inscrições de jovens e também de alguns adultos e também contatos com a Comissão Organizadora Local –COL- do Rio de Janeiro, cidade/sede do evento. Tudo caminhou como previsto, graças ao trabalho incansável do Claudenir Briganó.

E, para criar um ambiente de Jornada em nossa cidade e já começar a saborear o gosto do entusiasmo juvenil, o Setor Juventude, coordenado pela valente Giovana Giordani Guariente com o apoio e ajuda de uma equipe competente, entre os quais o casal Júlio/Anicler Guariente, promoveu dois grandes shows na praça da Igreja Matriz: um com a renomada Banda “Anjos do Resgate” e outro com o conhecidíssimo Frei Zeca e seu “Evangeliza show. Em ambos os shows houve a participação do nosso querido grupo “Jovens Para Cristo (J.P.C.)”, que nasceu e se desenvolveu com meu impulso e apoio precisamente na região da Igreja da Ressurreição.

Para participarem dos últimos três dias da J.M.J. foram formados três grupos coordenados respectivamente pelos casais: Anderson/Ângela Buss Cardoso, Pedro/Lucelena Mazzarin e Jones/Rossana Rovere Crespin. A viagem para o Rio de Janeiro já deu uma amostra e como seria a convivência com outros jovens do mundo inteiro. Nossos jovens, provenientes de diversos grupos: Grupos de Oração do R.C.C., Projeto “AMOR”, Projeto “Evangeliz’Art”, Movimento Jovem, 2 Grupos do Centro de Pastoral, outros jovens não ligados a nenhum grupo e alguns adultos sob a liderança de Luis Gustavo Lepre, criaram uma grande família. E, o que falar da recepção carinhosa quando chegamos na Paróquia São José Operário de Campo Grande, onde encontramos uma equipe animada de voluntários à nossa espera! Este bairro ficava distante uma hora e meia de trem do centro do Rio e havia voluntários da jornada esparramados por todo lado. Ao todo éramos em torno de 100 peregrinos da Paróquia São José: 88 nos dois ônibus, 4 tinham ido no início da semana para trabalhar como voluntários e 6 da Família Narcizo Bouças que já estavam em seu apartamento carioca. Todos participamos das atividades dos dias 25 a 28 e julho com o Santo Padre o Papa Francisco.

Mas nossa J.M.J. tinha começado aqui em Rolândia uma semana antes, com a realização da Semana Missionária e com a chegada de jovens peregrinos que vieram de dois países europeus: Malta e Itália. Um grupo de 46 jovens malteses e 10 italianos estiveram aqui em Rolândia de 13 a 20 de julho a meu convite e a convite do meu ajudante pastoral Mons. Vitor Groppelli, para viverem a Semana Missionária em preparação à Jornada Mundial da Juventude. Foram acolhidos carinhosamente por famílias. Em troca, os jovens peregrinos nos presentearam, doando seu tempo através de seu trabalho voluntário em hospital, creches, casa de idosos, visitas ao lares de famílias carentes da periferia. Eles participaram de caminhadas, passeio ciclístico com os jovens e Rolândia, dançaram quadrilha; o clima festivo/religioso contagiou a cidade inteira.

Além das atividades relatadas, os jovens participaram de duas caminhadas: uma até a igreja São Paulo Apóstolo e outra até a igreja do Jardim Novo Horizonte. Tiveram também um encontro fraterno com o Arcebispo Dom Orlando Brandes na Capela do Centro de Pastoral. Dia 16 de julho houve, na igreja Matriz, uma grande concelebração de ENVIO MISSIONÁRIO com todos ao jovens estrangeiros e locais, suas famílias acolhedoras e povo em geral. O celebrante principal foi o Arcebispo de Malta, Dom Charles Scicluna e concelebrantes: Mons. Paul Carmel Vella, Mons. Antônio Cassar, Pe. George Schembri, Pe. Stephen Magro, Pe. Michael Said, Pe. Sávio Vella, Frei Vicente Micallef (todos de Malta); Pe. Giancarlo Scotti (da Itália) , Mons. José Agius, Mons. Vitor Groppelli, Mons. Bernardo Gafá, Pe. José Bach, Pe. Marcelo Gomes, Frei Constantino Borg. Participou também o Coral “União” com uma orquestra de câmara, o qual cantou em maltês para acolher os malteses e em italiano para acolher os italianos. Os jovens peregrinos/missionários deram como testemunho que um mundo ideal pode existir entre as pessoas que saibam valorizar a paz e a harmonia, baseando-se na fé cristã que todos professamos, apesar das diferença culturais.
Foi uma experiência maravilhosa para todos os rolandenses!

Monsenhor José Agius Monsenhor

Monsenhor José Agius Monsenhor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Colunas

Matando a Saudade

Memórias do Padre Zé Era o dia 5 de outubro de 1971 quando o navio “Achille Lauro” foi chegando no porto de Melbourne, onde eu

A Vida que Brota da Morte

Por Humberto Xavier Rodrigues O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. João

Colunas

Uma dica essencial

Entrelinhas – Por Carla Kühlewein Imagine que, em meio à correria frenética do dia a dia, uma criança resolva parar e lhe observar com insistência.

Colunas

A Marvel engana a gente nos trailers

Por Samuel M. Bertoco Na terça-feira (16) saiu o aguardado trailer do próximo filme do Homem-Aranha. Desde quando começou a pipocar informações sobre o longa,