Autor do gol de acesso do LEC em 2015, Luizão sobe com a Lusa no Paulista

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. Autor do gol de...

Por Rafael Moriente

Como é bacana ver a querida Portuguesa de Desportos de volta. A Lusa sofreu demais depois do fatídico rebaixamento em 2013. Durante muitos anos a Portuguesa ocupou um espaço de destaque no cenário nacional. O ponto alto foi o vice-campeonato do Brasileirão em 1996 contra o Grêmio, lembro-me bem desse feito. No alto dos meus 7 anos de idade, me encantava ver aquele time que tinha Clêmer, Zé Roberto, Capitão, Zé Maria e o “mago” Rodrigo Fabri.


Foi em 96 que comecei a pegar gosto e entender o esporte. O rebaixamento de 2013 foi a principal derrocada lusitana, dentro de campo o time fez sua parte para se manter na Série A em 2013, mas a escalação irregular do meia Héverton fez com o que time fosse punido, terminando a competição entre os últimos colocados.


O atleta foi expulso contra o Bahia no dia 24 de novembro e recebeu suspensão de dois jogos, cumprindo apenas uma. Por este motivo ele não poderia entrar em campo contra o Grêmio. Ocorre que no segundo tempo da partida o técnico Guto Ferreira colocou Héverton em campo no lugar de Wanderson e isso causou a perda de 4 pontos da Lusa. Com isso a Portuguesa terminou o Brasileirão de 2013 entre os quatro times rebaixados.


De lá pra cá foi ladeira abaixo, até que eis que como um fênix, do nada, a Portuguesa ressurge, ganhando a Série A2 (segunda divisão paulista), sendo campeã e comemorando no Canindé cheio com o seu fiel torcedor.


No time, um zagueiro conhecido dos londrinenses, Luizão, o Xerife, autor do gol que deu o acesso ao Tubarão da C para a B em 2015.


Eu costumo dizer que o Luizão é aquele zagueiro raiz, o famoso “zagueiro zagueiro”, que por sinal o Londrina não tem hoje em dia.


A Portuguesa está próxima de transformar o seu departamento de futebol em SAF (Sociedade Anônima do Futebol). E o projeto tem o apoio de especialistas. O advogado Luiz Henrique Martins Ribeiro, ex-presidente do Tubarão-SC, um dos primeiros clubes empresa do futebol brasileiro, é um deles. A proposta da criação da SAF foi aprovada por unanimidade pelo Conselho da Portuguesa e detém alguns pontos, tais como a permanência do patrimônio imobiliário para o clube e também 100% das ações ficando para a Lusa, em um primeiro momento, com as propostas tendo que ser discutidas pelos poderes do clube.


Parabéns, Portuguesa, parabéns, Luizão, vida longa ao esquadrão lusitano e também ao nosso xerife amigo.

Rafael é Jornalista formado na Universidade Norte do Paraná, UNOPAR, em 2014. Repórter esportivo das rádios CBN / Ayoba/ Mundo Livre FM desse 2015. Instagram: @rafamorientes

Rafael Morientes

Rafael Morientes

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Colunas

Aluna Kumon passa em vestibular da UEL

Por Kumon Unidade Rolândia O Kumon é uma metodologia que visa incentivar na criança a autonomia nos estudos, buscando fortalecer o potencial de aprendizado de

vagas de emprego

JORNAL DE ROLÂNDIA – VAGAS SINE

CONFIRA AS VAGAS DISPONÍVEIS PARA ESTA QUARTA-FEIRA, 18/05 Assistente Técnico em segurança do trabalho Auxiliar de mecânico diesel Auxiliar de produção (exclusiva PCD) Auxiliar de produção

Esporte

Rolandenses no Brasileiro de Ciclismo do Rio

Competição reúne os melhores ciclistas do Brasil nas categorias Elite, Sub23 e no Paraciclismo A equipe de Ciclismo de Rolândia participa, a partir desta quinta-feira