Consciência do que somos

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. Consciência do que somos

Por Humberto Xavier Rodrigues

Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos! Isaías 6:5. Quando a palavra de Deus primeiro brilha no coração do homem, ele logo vê que precisa da misericórdia de Deus, pois, se vir como um miserável pecador. Ai de mim!


Fica evidente que o problema do homem, não é o que ele faz, mas sim, no que ele é. Podemos clamar pelo perdão do que fizemos, mas, precisamos voltar para aquilo que somos. Apreciamos o bendito fato do perdão de nossos pecados, mas precisamos buscar desesperadamente a libertação do que somos. Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte?


Por esta razão, precisamos da cruz de Cristo para cortar a raiz pecaminosa que nos leva a pecar. Para tanto, o sangue de Cristo tratou dos nossos pecados, mas somente a nossa morte com Cristo é suficiente para tratar conosco. Porque a morte em Cristo elimina a fonte produtora de pecados.


Assim, foi necessário a inclusão do pecador na morte e ressurreição em nosso Senhor Jesus Cristo. E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo. Isto dizia, significando de que gênero de morte estava para morrer. João 12:32-33. Naquela Cruz, o Senhor Jesus atraiu a todos os homens, sem exceção, para si mesmo.


Unidos em Seu corpo, a Sua morte e a Sua ressurreição passam a ser nossa também: Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida. Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição. Romanos 6:3-5.


A verdade é que, fomos unidos na morte e ressurreição do nosso Senhor Jesus Cristo. Fomos batizados – inseridos em Cristo. O conhecimento dessa verdade recebido pela fé, torna-se uma realidade experimental em nós. Então, confesse esta verdade: foi crucificado com ele ( Cristo) o meu velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos. Romanos 6:6.
Que Deus fale em nossos corações. Amém!!!

Humberto Xavier Rodrigues é formado em Teologia.

Humberto Xavier

Humberto Xavier

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é