Magnificat – o Cântico de Maria

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. Magnificat – o Cântico...

Palavras – por Monsenhor José Ágius

No início deste novo ano de 2022, que começa sob a tutela de Maria, Mãe de Deus, somos convidados a olhar para Maria e com ela cantar nosso hino de louvor, cheios de alegria e de gratidão ao nosso Deus que continua realizando maravilhas em nós.

Na realidade, não podemos entender este cântico de Maria, conhecido como “Magnificat”, sem degustá-lo palavra por palavra.

Vejamos o que está escrito no evangelho escrito por Lucas 1, 46-55: “A minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito exulta em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humilhação de sua serva. Sim! Doravante as gerações me chamarão de bem-aventurada, pois o Todo-poderoso fez grandes coisas em mim. O seu nome é santo, e sua misericórdia perdura de geração em geração”.

Cheia de graça e em sua felicidade, Maria sabe bem que deve tributar tudo isso ao amor misericordioso de Deus. Ela procura tornar grande o nome do Senhor porque olhou por ela, apesar de sua pequenez, e a escolheu. Fez dela a mãe do Salvador e, de agora em diante, todos os povos a chamarão de bendita.

Melhor, Maria mostra que Deus ama os pequenos e humildes, dispersando os soberbos e derrubando os poderosos de seus tronos, para exaltar os humildes e saciar todos que tem fome. E fez tudo isso por sua própria misericórdia, simplesmente para socorrer seu povo Israel e cumprir suas promessas a Abraão e sua descendência.

Maria nos ensina que Deus só realiza sua graça lá onde o homem se reconhece pequeno e assume que tem necessidade de Deus. Somente quem tem consciência de sua pobreza, alcançará a riqueza de Deus.

O “Magnificat” de Maria nos permite aquilatar a profundidade de sua espiritualidade fundamentada na fé, na oração e, acima de tudo, na Palavra de Deus.

Nas palavras deste hino podemos escutar o rumor dos séculos, o murmúrio da comunidade redimida, a esperança e a alegria dos fragilizados, o assombro agradecido dos libertados por Cristo.

Queremos pedir a Deus que as maravilhas cantadas por Maria no “Magnificat” se tornem realidade no aqui e agora deste novo ano que se inicia.

Monsenhor José Agius Monsenhor

Monsenhor José Agius Monsenhor

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: