O Reino de Deus em nós

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. O Reino de Deus...

Por Humberto Xavier Rodrigues

Depois de João ser preso, foi Jesus para a Galiléia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: O tempo está cumprido e o reino de Deus está próximo: arrependei-vos e crede no evangelho – (Marcos 1:14-15)

Marcos inicia a sua narrativa com as seguintes palavras: Princípio do evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus (Marcos 1:1). Logo a seguir ele registra Jesus anunciando a boa nova do evangelho, dizendo: O tempo está cumprido, o reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho (Marcos 1:15). Mateus documenta a voz de João Batista pregando: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus (Mateus 3:2).

Lucas fala da natureza do reino de Deus como essencialmente interior. Isto equivale dizer que, o reino de Deus não consiste em formas de culto, ritos, cerimônias ou ações exteriores. Interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, Jesus lhes respondeu: Não vem o reino de Deus com visível aparência. Nem dirão: Ei-lo aqui! ou: Lá está! Porque o reino de Deus está dentro em vós (Lucas 17:20-21). Isto mostra que, a verdadeira natureza do reino de Deus encontra-se em um nível infinitamente superior, penetrando de modo imensamente mais profundo do que tudo isso.

Contra toda lógica, os fariseus se preocupam com o tempo em que virá o reino de Deus, enquanto, por outro lado, se recusam a reconhecer e receber o Rei que está no meio deles. O reino de Deus, frequentemente mencionado no Evangelho de Lucas, é a esfera, o domínio onde os direitos de Deus são reconhecidos. Compreende primeiro o céu e, por esta razão, também encontramos, especialmente em Mateus, a expressão “reino dos céus”.

Quando estas palavras foram ditas – “Reino de Deus” ou “o Reino dos céus está próximo” – queriam afirmar que “o tempo” estava cumprido, tendo Deus “se manifestado em carne”, querendo assim firmar seu governo no íntimo do coração do Seu povo. Onde quer que o Evangelho de Cristo seja pregado, aí “está o Reino dos céus ao alcance da mão”.

O evangelho é, a boa nova para os culpados, desalentados, pecadores, vem a ser, no mais largo sentido da palavra, toda a revelação feita aos homens por Jesus Cristo. A essência do evangelho é: “Jesus Cristo veio ao mundo para salvar os perdidos” – Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido (Lucas 19:10). Amém!!!

Humberto Xavier Rodrigues é formado em Teologia.

Humberto Xavier

Humberto Xavier

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM:

Colunas

Empreendendo

Por João Neto – Apresentação Caros leitores. Na última edição falei um pouco sobre a aproximação do fim do ano e a renovação de ciclos

Colunas

Salvação disponível para Todos

Por Humberto Xavier Rodrigues A salvação é a proclamação do que Deus fez em favor de todos os homens na pessoa de Jesus Cristo. A