Os maiores indicados ao Oscar

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Colunas
  6. /
  7. Os maiores indicados ao...

Por Samuel M. Bertoco

Oscar chegando e vamos de algumas curiosidades, uma listinha de pequenos monstros, os atores mais indicados da história para o carequinha.


Al Pacino, Marlon Brando e Jack Lemmon (8): Começando bem a lista, três dos atores que mais gosto na vida, com destaque para Al Pacino – apesar estar fazendo porcaria atrás de porcaria ultimamente – tenho em Scarface uma das maiores atuações que já vi na vida.


Paul Newman (9): Outro monstro sagrado, ganhou apenas uma vez por “A Cor do Dinheiro”, mas merecia em pelo menos outros dois, faz parte.


Laurence Oliver, Spancer Tracy e Bette Davis (10): Esses são mais de outra época, mas memoráveis. Jezebel de Bette Davis e Hamlet protagonizado por Oliver são filmes bons até hoje.


Jack Nicholson (12): Talvez no top 3 dos maiores atores de todos os tempos, Nicholson foi bom fazendo tudo, mas se destacou por personagens mais a margem da sociedade, ganhou pelos absurdíssimos Estranho no Ninho, de 76 e Melhor Impossível de 1998, além de ter ganho como coadjuvante em Laços de Ternura. Mas Jack enfileira obras-primas em sua trajetória, do pai que vira assassino no terror de Iluminado, passando por um chefe da máfia no inacreditável Infiltrados até um psicólogo excêntrico num dos poucos filmes bons que tem Adam Sandler no elenco. Ele faz de tudo e de tudo muito bem.


Katharine Hepburn (12): A vice-líder em indicações é também a maior ganhadora do Oscar na história. Em uma carreira longeva e produtiva começou ganhando cedo, em 34 com Manhã de Glória – outro que dá pra assistir tranquilamente ainda hoje – e foi parar de ganhar no fim da carreira só, em 1982 com Num Lago Dourado. Possivelmente a maior mulher da história do cinema.


Maryl Streep (19): Quando se fala em estar na fresta, Maryl tem cadeira cativa já, são incríveis dezenove indicações. Maryl tem um nome que se confunde com atuação de alto nível, tudo nela é absurdamente crível e errou muito pouco durante a carreira. Bom, basta dizer que das 19 indicações, ela realmente poderia ter ganhado todas que ninguém iria reclamar.

Samuel M. Bertoco é formado em Marketing e Publicidade

Samuel Bertoco

Samuel Bertoco

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é