AMAR e PM em ação contra os maus-tratos a animais

A Associação Mundo Animal de Rolândia e equipes da Polícia Militar farão uma panfletagem educativa neste sábado no centro da cidade

Neste sábado (21), a ONG AMAR (Associação Mundo Animal de Rolândia) e equipes da Polícia Militar do 15ºBPM de Rolândia farão uma panfletagem educativa no centro da cidade. A ação terá como objetivo conscientizar as pessoas sobre a questão do abandono e maus-tratos contra os animais um problema grave e recorrente há anos no município.


A ação começa às 9 horas e segue até o meio-dia no semáforo da Av. dos Expedicionários e pretende informar, orientar e alertar a população sobre o problema. “Vamos distribuir um panfleto para orientar o público em relação aos maus-tratos contra os animais e também informar como deve ser feita a denúncia, informando os telefones e também trazendo a lei nº 14.064 em que mostra a pena de multa e reclusão de dois a cinco anos para quem comete esse tipo de crime. Além de uma lista do que é considerado maus-tratos”, explica Regina Cabral Rodrigues, presidenta da ONG.


A parceria com a Polícia Militar foi o meio que a ONG conseguiu para realizar a ação e atrair a maior possível da comunidade para o problema que vem ocorrendo há tempos no município. “Recebemos muitas denúncias. Agora mesmo estou com um caso de uma mulher que amarra o cachorro de uma forma que não dá para aceitar, e vamos conversar com ela. Também recebemos a denúncia de um dono que estava deixando o cachorro abandonado, que não comia há uns três dias. Tudo isso é considerado maus-tratos, e recebemos muitas situações dessas todos os dias”, relata Regina.


Muitos adotam um animal sem pensar que terá gastos e responsabilidades e acabam abandonando-os nas mais diversas situações: quando adoecem ou envelhecem, se mudam de casa alegando não ter espaço para o animal na nova casa e, principalmente, quando chega o período das férias. Dessa forma, a voluntária pontua que o objetivo da ação é também mostrar à população que as denúncias de maus-tratos precisam ser feitas diretamente à Polícia Militar ou à Policia Civil e não para a Amar.


“Não temos o poder de polícia. Podemos acompanhar a polícia e orientar e chamar a atenção sobre os maus-tratos. Mas muita gente acha que é a associação que que tem que acatar as denúncias, mas essa ideia está errada, nós somos cidadãos e não temos esse poder. Não formamos a ONG para punir alguém, mas estamos aqui para orientar os animais as pessoas de como promover o bem-estar para o seu animalzinho”, reforça.

O que é considerado maus-tratos?
No panfleto há uma lista com informações sobre o que é considerado maus-tratos: Manter o animal trancado em locais pequenos, sem luz ventilação ou higiene; Não levar o animal doente ou ferido ao veterinário; Agressões físicas: espancamento, envenenamento, mutilações; Deixar o animal exposto a chuva, sol, frio ou calor Submeter o animal a tarefas exaustivas; Manter o animal preso em cordas ou correntes; Não alimentar o animal diariamente (de forma adequada) e Utilizar animais em shows que possam causar-lhes pânico ou estresse.

Para quem denunciar?
Flagrou uma situação de maus-tratos e precisa denunciar?Entre em contato com a Polícia Militar por meio do 190 ou ligue para a Polícia Civil de Rolândia por meio do (43) 3256-8222.

Sobre a Amar
A ONG AMAR (Associação Mundo Animal de Rolândia) completou 16 anos no dia 15 de março. A entidade foi fundada em 2006, como resultado da necessidade de uma instituição que protegesse e amparasse os animais abandonados e vítimas de maus tratos, uma função que é dever do Poder Público. Como não recebe nenhuma ajuda pública, a ONG faz, e muito, dentro de suas possibilidades, graças ao voluntarismo de seus integrantes e às doações de alguns cidadãos.


Desde a fundação, a Associação não tem fins lucrativos e não recebe ajuda financeira do Poder Público. Foi declarada de Utilidade Pública Municipal com a Lei nº 3.244, de dezembro de 2007. No ano de 2010, também foi declarada de Utilidade Pública Estadual pela Lei nº 16.457, de 22 de fevereiro de 2010.


Há várias maneiras de as pessoas colaborarem com a Associação Mundo Animal de Rolândia, doando ração ou roupas e utensílios usados, que eles colocam à venda na feirinha, ou podem ainda doar na conta corrente da AMAR: Caixa, agência 0404, Operação 003 (pessoa jurídica), conta corrente 122-9. Há também a opção do Pix: 08096458000106.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre ótimas ideias

Editorial – edição: 878 – sexta-feira, 01/07/22 Olá, querido leitor e cara leitora do JR Nesta semana, além da matéria da entrega e liberação da