As licitações do recape, da ciclovia e da escola do Nobre

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. As licitações do recape,...

Economia de quase R$ 800 mil na licitação do asfalto, licitação da ciclovia sem entraves e ‘rolo’ na licitação da escola; veja como andam esses processos

Situação da Ciclovia do Trabalhador, de Rolândia, em junho de 2019 – hoje está bem pior

A prefeitura de Rolândia realizou importantes licitações com relação ao plano viário do município. A licitação da pavimentação de várias vias da cidade foi feita no dia 08 de abril e está prestes a começar. Outra licitação de sucesso foi a da revitalização asfáltica da Ciclovia do Trabalhador, realizada na quarta-feira (04). A licitação que emperrou foi a da construção de uma escola de 12 salas de aula no Jardim Nobre – a licitação foi feita na segunda-feira (02) e uma das empresas participantes já entrou com recurso, o que pode atrasar os planos da administração de iniciar o projeto antes do período eleitoral.

Ciclovia
A licitação de pavimentação e recape asfáltica da Ciclovia do Trabalhador de Rolândia foi tranquila e a empresa vencedora foi a Axpav Terraplanagem. “Agora é esperar pelos trâmites do Paranacidade para que se possa assinar o contrato. Acredito que dentro de uns 20 dias, isso já seja feito”, afirmou José Augusto Liasch, diretor de Licitações. A empresa Axpav, de Alvorada do Sul, venceu com a oferta de R$ 1.461.984,92 pela obra de 17.614,74 m2, sendo 15.065,51 m² de recape asfáltico em CBUQ e 2.549,23 m² de pavimentação em concreto armado incluindo serviços preliminares, limpeza do terreno, terraplenagem, base e sub-base, piso em concreto sarrafeado, sinalização de trânsito, ensaios tecnológicos e placa de obra. O preço máximo era de R$ 1.526.921,65 e o prazo de execução é de 240 dias, ou seis meses.

Asfalto
A licitação de pavimentação e recape de vias e rotatórias que abrange 56.178,45m² de área já foi feita e tem até a empresa contratada: a Terraplanagem Vitorino, de Apucarana, que venceu o pregão com o valor de R$ 3,786.566,09 – o preço máximo era de R$ 4.565.783,47. A empresa vencedora tem 8 meses para concluir a obra. Entre os locais que serão recapeados estão seis rotatórias, ruas da Vila Oliveira, a parte da Arthur Thomas, a rua das Indústrias, a avenida Presidente Bernardes e a Etore Martini, que será mão única, em direção oposta à Franklin Umbehaun.

Escola do Nobre
A licitação da escola com 12 salas para o Jardim Nobre não terminou como esperado. “Virou uma novela, na verdade. Uma das empresa participantes entrou com um recurso que tem um prazo até o dia 09. Se não chegar nenhum contra recurso até essa data, acredito que conseguimos marcar uma reunião para abertura dos envelopes na semana que vem”, ressaltou José Augusto. O valor máximo dessa obra é de R$ 6.877.849,71 e é a licitação que mais preocupa a administração, pois o prazo está apertado. A data limite para a medição das obras para liberação de recurso é 20 de junho.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é