Cônsul-geral do Japão em Curitiba faz visita a Rolândia

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Cônsul-geral do Japão em...

Visita de Keiji Hamada ao município teve como objetivo satisfazer o desejo da autoridade diplomática em conhecer o ‘Museu Japonês’‘

O Cônsul-Geral do Japão em Curitiba, Sr. Keiji Hamada, esteve em Rolândia para uma visita à comunidade nipo-brasileira na manhã da sexta-feira (20). O Cônsul, que assumiu o cargo em Curitiba em outubro de 2021, esteve pela primeira vez em Rolândia cidade e veio exclusivamente para conhecer o Museu da Imigração Japonesa do Paraná, instalada no Centro de Imigração Japonesa do Paraná (Imin-Center), em Rolândia.


O Cônsul-geral esteve acompanhado do presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão do Paraná, Eduardo Suzuki, do presidente da Associação Cultural e Esportiva de Rolândia (ACER), Roberto Okamoto, do diretor do Conselho Deliberativo da ACER, Jorge Kensi Toshimitsu, e da monja Jishun Morioka, da Igreja Budista do município.


O Cônsul
Keiji Hamada graduou-se no ano de 1985 na Faculdade de Estudos Estrangeiros em Língua Portuguesa e é mestre em Economia e Política Internacional pela Aoyama Gakuin University. Hamada ingressou no Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão e já chefiou o consulado de seu país em Zimbábue, São Paulo, Moçambique, Botsuana e também em Curitiba em 2019. O Cônsul-Geral do Japão em Curitiba é o responsável pelos procedimentos consulares, tais como vistos e passaportes, e pela proteção dos cidadãos japoneses no estado do Paraná, além de fomentar e promover a cultura japonesa em nosso estado.


Em conversa com os diretores da ACER de Rolândia, Hamada mencionou que pretende promover ativamente relações públicas e eventos culturais em cooperação com associações nikkeis, autoridades estaduais e municipais, e entusiastas da cultura japonesa na nossa região.

O Museu
O Museu da Imigração Japonesa do Paraná foi inaugurado no ano de 1978 pelo então Príncipe Akihito (que posteriormente veio a se tornar Imperador do Japão) e pelo presidente da República Ernesto Geisel, durante as comemorações dos 70 anos da imigração japonesa no Brasil.


Desde a sua fundação, o Museu é visita obrigatória de autoridades japonesas que passam pelo Paraná. A cada dez anos são comemorados os decênios da imigração japonesa no Brasil e Rolândia recebe um membro da família imperial japonesa. A mais recente visita foi da princesa Mako, em 2018, no Imin-110.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre ótimas ideias

Editorial – edição: 878 – sexta-feira, 01/07/22 Olá, querido leitor e cara leitora do JR Nesta semana, além da matéria da entrega e liberação da