Criança é picada por escorpião em Rolândia

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Criança é picada por...

Menino de 12 anos foi levado para o PA 24h e ficou em observação; se caso se agravasse, teria que ser levado ao HU para tomar o soro antiescorpiônico

Um menino de 12 anos foi picado por um escorpião amarelo e teve que ser levado para o Pronto Atendimento 24h, de Rolândia, onde ficou de observação. O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (1º) e o menino foi liberado depois do meio-dia, já que não houve nenhuma complicação. “Se a situação dele se agravasse, ele teria que tomar o soro contra o veneno do escorpião no Hospital Univesitário, em Londrina”, explicou a mãe da criança, Cristiane Fogato (38).

Ainda segundo a mãe, seu filho foi picado enquanto dormia. “Moramos na Vila Odório e tem muito terreno com mato alto perto de minha casa. Era 6 horas da manhã quanto ele me chamou e falou que um bicho o tinha mordido. Levantei e procurei por 20 minutos até que achei o escorpião amarelo”, relembra-se Cristiane. Ela o levou para o PA, onde foi seguido todo o protocolo nesses casos: foi feita uma ligação para o Centro de Informações Toxicológicos (CIT) e informado que, se a situação se agravasse, ele teria que ir ao HU para receber o soro.

Escorpiões

Os rolandenses têm denunciado, principalmente em épocas de calor, o aparecimento de muitos escorpiões, principalmente amarelos e pretos. Esses insetos peçonhentos são atraídos por baratas e outros insetos, os quais, por sua vez, são atraídos por lixo, entulho e mato alto. Nos últimos meses, a prefeitura de Rolândia tem feito alertas e campanhas contra o descarte irregular de lixo.

Um dos locais ‘preferidos’ pelos infratores é a Estrada do São Rafael, apesar de o local ter uma grande lixeira. A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente alerta que as pessoas podem denunciar esses crimes pelo telefone da Secretaria, o 3156-0333, pelo e-mail [email protected] ou ainda pode fazer um protocolo online (https://rolandia.1doc.com.br/atendimento).

Ainda sobre o assunto do escorpião, a Secretaria de Saúde divulgou um esclarecimento, que pode ser lido abaixo na íntegra.

“A Secretaria Municipal de Saúde de Rolândia informa que na quarta-feira, dia 1º de dezembro, infelizmente, foi registrado um acidente em que uma criança foi picada por escorpião amarelo. Devido ao remédio para este fim ser caro e de baixa procura, o protocolo do estado do Paraná, da Secretaria Estadual de Saúde (SESA), é de que o soro antiescorpiônico, heterólogo e hiperimune, é ofertado somente nos hospitais de referência regional. No caso de Rolândia, é o Hospital Universitário (HU), de Londrina, dentro do Centro de Informações Toxicológicos (CIT). O paciente em questão foi atendido no Pronto Atendimento (PA), da Vila Oliveira, e todos os protocolos adotados seguiram o que preconiza a SESA, em casos semelhantes.”

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre as matérias desta edição

Editorial – edição: 873 – sexta-feira, 27/05/22 Olá, querido leitor e cara leitora do JR Neste editorial, abordaremos um pouco das matérias que estão nesta

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é