Decreto desconcertado e Kelvin

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Decreto desconcertado e Kelvin

Editorial – Edição: 839 – sexta-feira, 03/09/21

Olá, querido leitor e cara leitora do JR

A prefeitura de Rolândia publicou um novo decreto e deu uma flexibilizada daquelas. Ampliou o horário de atendimento dos restaurantes, lanchonetes e bares, que agora podem abrir até a meia-noite. Terminou com a lei seca (!!??), ou seja, qualquer pessoa pode beber a qualquer hora e em qualquer lugar.

O documento também liberou os eventos e festas com 50% da capacidade do local – nesse caso não há limites de pessoas. Também permitiu as atividades esportivas com até 50 pessoas, mas sem torcida.

A confecção desse decreto tem a participação da Secretaria de Saúde e essa grande flexibilização deve ter um embasamento, mas realmente ainda não sei qual seria a justificativa para esse “liberou geral”.

É claro que tudo o que for feito precisa levar em conta as normas de higienização e de sanitização.
Mas será que agora seria o momento de se publicar um decreto mais leve?

Se levarmos em conta o momento vivido pela cidade de Rolândia dentro da pandemia, a resposta seria fácil; não é o momento.

O final de semana passado foi o mais letal de Rolândia desde o início da pandemia da Covid-19. Simplesmente houve seis óbitos de sexta a domingo – média de duas mortes por dia. É muito, muito mesmo.

As novas contaminações também mostram que o momento é de muito cuidado e de mais vigilância. Em muitos dias dessas semanas tivemos números comparados com os de Londrina. E não estamos falando proporcionalmente não. Tivemos números de casos iguais aos de Londrina só que com 10 vezes menos população… É ou não é para se ficar com as orelhas em pé.

Por isso, voltamos a insistir na pergunta: Era o momento de um decreto desses?
Vamos torcer para que os casos e as mortes diminuam.

A vacinação de Rolândia parou nos 21 anos. Agora, aguardamos a chegada de novas doses para baixarmos para 20, 19 e 18 anos de idade. Enquanto isso, os adolescentes já podem fazer o seu cadastro no site da prefeitura municipal.

Anteriormente, era necessário um documento com foto para esse público, mas a Saúde tirou essa obrigação e agora o cadastro pode ser feito com a certidão de nascimento. Uma decisão acertada.

O Nacional ainda não venceu na Segundona e tenta quebrar esse jejum neste sábado diante do Prudentópolis. A partida será transmitida ao vivo pelo JR no Facebook e no You Tube. Bora lá torcer pelo Guerreiro do Norte.

Para finalizar esse editorial: e o Kelvin, hein? Como assim, não sabe quem é o Kelvin Jhonatan? Não vamos falar nada, só parabenizá-lo pelo ato heroico. A matéria está na página 03, corre lá para ler.

Boas leituras

Josiane Rodrigues – Editora

José Eduardo – Editor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Acidente fatal na BR-369, em Rolândia

Choque entre automóvel e motocicleta causou morte de mulher que dirigia moto; garupa também ficou bastante ferida O choque entre um automóvel e uma motocicleta