Do trânsito, manifestação e aniversário

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Do trânsito, manifestação e...

Editorial – edição: 842 – sexta-feira, 24/09/21

Olá, querido leitor e cara leitora do JR

O trânsito de Rolândia não é para iniciantes. Desculpem-nos por usar esse ditado sobre o Brasil e adequá-lo para nossa cidade, mas é verdade. Muitas barbaridades são cometidas a todo momento – algumas mais simples, mas nem por isso menos graves, como não dar setas; outras mais ‘cascudas’ como falar nor-malmente ao celular enquanto se dirige sem cinto de segurança (!!??). Quem nunca?

Outros feitos são as motocicletas estaciona-das nas vagas de carros – às vezes uma moto apenas ocupa a vaga de um veículo e olha que tem estacionamento de motocicletas ali pertinho. É bem verdade que há necessidade de mais estacionamento para motociclistas, haja visto que a frota desse veículo aumentou muito nos últimos anos, principalmente em razão do preço dos combustíveis.

A sinalização horizontal por vezes não é obedecida pelos motoristas. Um exemplo que po-de ser visto todos os dias é na rua Rio Branco, ao lado da Comercial Ivaiporã. Na faixa desti-nada para os carros que irão virar à esquerda, muitos seguem reto. Ali, ao lado, há a faixa destinada aos veículos que querem virar à direita ou irem reto (!!!???).

Na Presidente Vargas, a rua Floresta foi fechada e, em breve, vêm novas mudanças aí. Uma nova rua será aberta e a própria Presidente Vargas sofrerá intervenções bem marcantes, que alterarão, e muito, o tráfego naquele trecho. O que sabemos é que continuará sendo permitido virar à esquerda para pegar a rua Esmeralda, para quem vem de Arapongas, e virar à direita para subir na mesma rua, para quem vem do centro.

Fomos até Cambé nesta semana e pudemos ver como o estacionamento rotativo ‘arrumou’ a questão de vagas na região central daquela cidade. Uma coisa é certa, os totens não funcionam e tem de se falar com os ‘guardinhas’, enquanto não colocam o App da Zona Azul de lá, como existe em Londrina.

E aqui? Bom, aqui continuamos esperando, depois de mais de dois anos da lei de municipalização do trânsito. Estamos aguardando, assim como a ACIR e os comerciantes. Sim, tem comerciante que estaciona seu veículo em uma vaga e deixa o carro lá o dia inteiro. Sabemos disso. Por isso, também, que precisamos acelerar o processo para se colocar o estacionamento rotativo, pelo menos na região central, por enquanto. Como fez Cambé.

Falando em trânsito, estamos na Semana Nacional do Trânsito e a houve uma simulação de atendimento a um acidente no Calçadão de Rolândia. A ação, assim como as Blitze educativas (plural da palavra alemã Blitz é Blitze), servem para chamar a atenção dos motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres para o trânsito. Afinal, todos fazem parte dele.

Por fim, falemos da manifestação que o Sisrol irá fazer no final da tarde desta sexta-feira (24) em frente à prefeitura. É a primeira vez que o prefeito Ailton Maistro enfrenta algo do tipo, desde que assumiu o Executivo em janeiro deste ano. O sindicato reivindica por direitos atrasados. Vamos ver como ficará.

Por fim (2), completamos 18 anos no dia 20 deste mês. Mandamos alguns bolos para algumas pessoas – queríamos mandar para todos, mas não foi possível. Entramos no nosso 19º ano com a mesma vontade e a mesma disposição de continuar lutando pela verdade, solidificando ainda mais nossa credibilidade perante nossos leitores e leitoras. E queremos expandir geograficamente nosso impresso, alcançar novos espaços com o JR.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Acidente fatal na BR-369, em Rolândia

Choque entre automóvel e motocicleta causou morte de mulher que dirigia moto; garupa também ficou bastante ferida O choque entre um automóvel e uma motocicleta

Cotidiano

Rolândia: criançada teve festa nos CRASs

Assistência realizou festa para as crianças das famílias atendidas nos três Centros de Referências do município A Secretaria de Assistência Social de Rolândia realizou uma