Escoteiros do Guarani atualizados em ‘primeiros socorros’

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Escoteiros do Guarani atualizados...

Com a finalidade de aprimorar técnicas no que se refere aos primeiros socorros, escoteiros tiveram treinamento com uma equipe do SAMU de Rolândia

Escoteiros do Guarani tiveram treinamentos de primeiros socorros com profissionais do Samu

No sábado (05), durante a sua reunião semanal, o Grupo Escoteiro Guarani, de Rolândia, recebeu a visita de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do município. Os profissionais do socorro foram ao local para demonstrar aos jovens algumas técnicas e procedimentos de primeiros socorros e aproveitaram também para falar um pouco sobre o trabalho efetuado pelo SAMU no município e na região.


A atividade com os escoteiros e lobinhos contou com a presença do condutor socorrista Jean Henrique Nunes e da técnica de enfermagem socorrista Regiane Aparecida de Lima. De acordo com Ednilson Antônio Pereira dos Santos, chefe do ramo Lobinho da alcateia Lobo Gris, todo o sucesso na atividade também se deu por conta da disposição e competência da coordenadora do SAMU de Rolândia, Kelen Mitie Wakassugui de Rocco, que disponibilizou a equipe que esteve na sede do Grupo Guarani.


“O movimento escoteiro vem mais uma vez a público para agradecer a conduta exemplar, o cumprimento do dever e o apoio dos profissionais do Samu, o que fez desse evento um sucesso”, ressaltou Ednilson. A atividade feita com os escoteiros chamou também a atenção dos pais, os quais elogiaram muito a ação realizada e comentaram que gostaram da abordagem simplificada voltada para as crianças e pacientes. “Segundo os pais, tudo trabalhado com as crianças e adolescentes foi nota 10”, pontuou o chefe Ednilson.


O Grupo Escoteiro Guarani voltou às atividades presenciais, seguindo todos os protocolos de prevenção contra a Covid-19. Os encontros acontecem na sua sede, que fica na Rua Marechal Peixoto, 336, Vila Operária, sempre aos sábados das 15 às 17 horas. “O Guarani completa 55 anos em outubro e estamos com um efetivo de 55 membros entre jovens e adultos. Esse número está crescendo com o recuo da pandemia da Covid-19. Venham nos fazer uma visita e conhecer o que o movimento escoteiro pode fazer por seu filho ou filha”, convida Ednilson.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é