Prado: Cohapar, prefeitura e Câmara vistoriam o ‘Casa Fácil’

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Prado: Cohapar, prefeitura e...

Superintendência de Obras da Cohapar, prefeita e presidente do Legislativo vistoriam obra do Governo do Estado no município

Cohapar, prefeitura, Câmara e construtora vistoriaram a obra, que deve ser entregue em 2022

A prefeita Maria Edna de Andrade, o presidente da Câmara de Vereadores, Claudionor Gonçalves Carrasco ‘Japão’ e a coordenadora de Obras Públicas, Sâmela Machado Onça, receberam no início deste mês a superintendência de Obras da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná). A visita serviu para uma vistoria das 26 unidades habitacionais do Programa Casa Fácil Urbano, uma obra licitada, fiscalizada e acompanhada pela Cohapar e tocada com recursos do Governo do Estado. Na visita estavam o geólogo Fabio Ortigara, superintendente de Obras da Cohapar, o engenheiro Civil da Cohapar Antônio Pieroti e representantes da Construtora Casacchi.


Em Prado Ferreira, estão sendo investidos R$ 1,9 milhão nesses 26 imóveis. Os modelos das residências variam entre 43 e 50 metros quadrados, com unidades de 47 metros quadrados adaptadas para pessoas com deficiência. Todas são compostas por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, em lotes que permitem ampliações futuras pelos proprietários. A obra está no início e a medição em torno de 1,00%, com previsão de entrega para o segundo semestre de 2022.

“Parabenizo Prado Ferreira por estar fazendo parte do programa Casa Fácil Urbano e agradeço ao Governo do Estado/Cohapar por estar construindo em favor dos que mais precisam”, ressaltou Fabio Ortigara. Além de Prado, outros municípios também receberam essas visitas de vistorias. “São 452 casas em 10 municípios pelo Programa Casa Fácil Urbano (Recursos Próprios) e ainda 167 casas pelo Nossa Gente e pelo SUB 50 (Oferta Pública de Recursos) em outros 03 municípios”, revelou Ortigara.

As visitas têm o objetivo de verificar o andamento das obras, vistoriar instalações, uso e suprimento de EPI’s, bebedouros, marmiteiros, gerenciamento de resíduos seguindo as normas de proteção ambiental e orientação aos responsáveis locais quando encontradas questões a serem resolvidas, bem como na assistência aos trabalhadores e às famílias que serão contempladas com as moradias. Serviu também para verificar a situação com as medidas de segurança no combate e prevenção à pandemia e com relação à segurança dos colaboradores, tanto quanto ao uso de EPIs e álcool gel e o descarte de resíduos da construção civil de maneira correta.

As moradias serão financiadas pela Cohapar por meio do programa Casa Fácil Paraná para famílias com renda de um a seis salários-mínimos. Podem participar da seleção pessoas com renda familiar mensal de um a seis salários-mínimos e que não possuem casa própria. Um dos diferenciais do programa são as condições de pagamento facilitadas, que incluem a isenção de cobrança de entrada e juros menores que os de mercado, cujo financiamento pode ser quitado em até 360 meses. O projeto também conta com a doação dos terrenos pela administração municipal, o que ajuda a baratear ainda mais os custos dos imóveis para as famílias selecionadas, alguns terrenos já são doados inclusive com parte da infraestrutura como pavimentação, rede de drenagem e calçamento. Os interessados em adquirir um dos imóveis pelo financiamento direto com a companhia devem se inscrever no cadastro de pretendentes da empresa, disponível no https://www.sistemas.cohapar.pr.gov.br/pretendentesOnline/#B

O programa Casa Fácil Urbano atualmente está com 1432 moradias sendo construídas com um investimento de R$ 114 milhões.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é