Prefeitura de Cambé interrompe rodeio clandestino

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Prefeitura de Cambé interrompe...

Prefeitura de Cambé interrompe realização de rodeio clandestino na zona rural do município a partir do segundo dos três dias de festa

Rodeio estava sendo realizado na zona rural do município

O Departamento de Posturas da prefeitura de Cambé interrompeu a sequência de um rodeio que vinha sendo feito de forma clandestina no feriado prolongado na cidade. A festa de peão teve apenas o primeiro dos três dias de evento, após o organizador, Alessandro de Souza, conhecido como Borboleta, ser notificado no sábado (13), para encerrar o rodeio que era realizado sem autorização em uma propriedade rural de Cambé.

Segundo o diretor do Departamento de Posturas, Cecílio de Araújo Pereira, o organizador vinha realizando obras no local há aproximadamente seis meses e tentou regularizar o local e o evento junto à Prefeitura, mas não conseguiu providenciar toda a documentação necessária para liberar o alvará.

“O alvará seria liberado após apresentação dos documentos, emissão das licenças e vistoria da Prefeitura e dos Bombeiros. Ocorre que ele não conseguiu regularizar a situação, mas mesmo assim realizou a primeira noite de rodeio, na sexta-feira, dia 12. É uma estrutura bastante precária. Era cobrado R$ 5 por pessoa como ingresso e R$ 5 para estacionamento. Vendia bebidas e tinha um caminhão de som para a locução e animação, além de dois banheiros químicos. Rodeio começou às 20h e foi até às 3h”, explicou Cecílio. “O código de posturas é claro: todo evento tem que ter a autorização do Município e, para isso, precisa cumprir todas as exigências sanitárias e de segurança”, completou.

Segundo Cecílio, o organizador cumpriu a determinação de não realizar a segunda noite do rodeio no sábado, dia 13. Caso ele repita a iniciativa e volte a promover rodeios irregulares em Cambé, receberá uma multa que pode chegar a R$ 16.191,00.

O prefeito Conrado Scheller ressaltou que a administração municipal não tolerará eventos irregulares ou clandestinos na cidade, bem como outras infrações ao Código de Posturas. “Cambé tem lei, regras a serem cumpridas e todos precisam respeitá-las. Nós precisamos prezar pela ordem e pela segurança da cidade e das pessoas que participam desses eventos, acreditando que são seguros e regulares”, garantiu Scheller.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre as matérias desta edição

Editorial – edição: 873 – sexta-feira, 27/05/22 Olá, querido leitor e cara leitora do JR Neste editorial, abordaremos um pouco das matérias que estão nesta

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é