Rolândia: Grupo Escoteiro Guarani volta a acampar

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Rolândia: Grupo Escoteiro Guarani...

Após quase dois anos sem esse tipo de atividade, grupo escoteiro de Rolândia acampou na zona rural do município no final da semana passada

Muita diversão no acampamento do Grupo Guarani

Com a diminuição dos casos de Covid-19 e consequente flexibilização das regras de combate à doença, o Grupo Escoteiro Guarani, de Rolândia, aproveitou o momento para realizar um acampamento. A atividade era uma das mais esperadas pelos seus membros nesses dois últimos anos, desde o início da pandemia, em março de 2020.


O acampamento aconteceu em dois dias, 19 e 20 de março, e os escoteiros foram para a zona rural de Rolândia, mais precisamente nas proximidades da igreja do São Rafael. A atividade contou com 14 jovens, dentre eles quatro meninas e dez meninos, com idades entre 11 e 14 anos. Enquanto acampavam, eles puderam colocar em prática tudo o que aprenderam durante as atividades que realizam aos sábados, em suas reuniões: a confecção de um abrigo seguro, a preparação de um lampião, montagem de um toldo…


“Mesmo com chuva, todos se divertiram muito e puderam até desfrutar de uma conversa em volta da fogueira no final da noite. Cada jovem levou sua própria barraca e alguns optaram por dormir em rede, lembrando que toda atividade seguiu o protocolo de prevenção contra a Covid-19”, explicou Jacqueline Stefani Maringonda, da organização do acampamento. “Parabéns aos chefes, que proporcionaram esta atividade aos jovens, e obrigada aos pais, que nos deram o apoio necessário”, complementou Yasmin Emanuele Dal-Bó também da organização.


As pessoas interessadas em conhecer o Grupo Escoteiro Guarani podem ir até a sede da entidade (Marechal Floriano Peixoto, nº 336, na Vila Operária). “Leve o seu filho ou sua filha para participar das atividades que acontecem aos sábados, sempre das 15 às 17 horas em nossa sede. Podem participar do grupo crianças a partir de 6 anos e meio a jovens com até 20 anos”, pontuou Jacqueline.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é