Sobre máscaras, isenções, síndromes e menstruação

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Sobre máscaras, isenções, síndromes...

Editorial – Edição: 864 – sexta-feira, 18/03/22

Olá, querido leitor e cara leitora do JR

O governador Ratinho Junior publicou um decreto em que desobriga as pessoas de usarem máscaras em lugares abertos, ao ar livre. O decreto foi seguido na íntegra pelos prefeitos de Rolândia (Maistro) e de Cambé (Scheller). Agora, a máscara é obrigatória em locais fechados e para quem estiver com sintomas de covid ou de gripe. As crianças de até 12 anos podem ou não usar o acessório protetor em qualquer lugar, depende dos pais.

Mais do que o decreto, deve prevalecer o bom senso das pessoas. A máscara pode evitar o contágio de muitas doenças, principalmente as respiratórias. É a hora de um decreto desses? Alguns especialistas acham que sim, enquanto outros dizem que não. O certo? O bom senso, algo que está em falta no momento e não se pode comprar em farmácia, infelizmente…

A aprovação do projeto de isenção do ISSQN em Rolândia deu o que falar: PM na Câmara, expulsão de pessoas do plenário e muita discussão, no virtual e no real. E não vai parar por aí: o prefeito Maistro afirmou que vai vetar e os vereadores podem derrubar esse veto. Maistro promete ir à Justiça se isso acontecer. O mais engraçado, ou irônico, é que os dois lados parecem estar certos quando se conversa com eles. Sugestão: uma reunião com técnicos contra e a favor do projeto de isenção. Não uma briga, mas uma discussão.

E tem uma mostra de fotos de crianças com Down no Aurora Shopping, em Londrina, com duas crianças rolandenses. Vale a pena conferir, pois vai até o dia 21, Dia Internacional da Síndrome de Down. Antes, dá pra ler a matéria na página 09, no segundo caderno desta edição.

Por fim, começou a distribuição de absorvente para as mulheres rolandenses em situação de vulnerabilidade social. O programa de governo “Rolândia Unida pela Dignidade Menstrual”, nome que foi nossa sugestão, foi lançado na quarta e os absorventes começaram a ser distribuídos na quinta. Aí, sim…

Muita gente ainda torce o nariz para a distribuição de absorvente para as mulheres que não têm condições de comprar. Pegam a exceção e querem tomar como regra: “Tem dinheiro para comprar pinga e cigarro, mas não tem pra comprar absorvente”. Pois, é. Nós não vamos explicar o erro de sua análise superficial.

Josiane Rodrigues – editora

José Eduardo – editor

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Colunas

Aluna Kumon passa em vestibular da UEL

Por Kumon Unidade Rolândia O Kumon é uma metodologia que visa incentivar na criança a autonomia nos estudos, buscando fortalecer o potencial de aprendizado de

vagas de emprego

JORNAL DE ROLÂNDIA – VAGAS SINE

CONFIRA AS VAGAS DISPONÍVEIS PARA ESTA QUARTA-FEIRA, 18/05 Assistente Técnico em segurança do trabalho Auxiliar de mecânico diesel Auxiliar de produção (exclusiva PCD) Auxiliar de produção

Esporte

Rolandenses no Brasileiro de Ciclismo do Rio

Competição reúne os melhores ciclistas do Brasil nas categorias Elite, Sub23 e no Paraciclismo A equipe de Ciclismo de Rolândia participa, a partir desta quinta-feira