Vacinação sim; Kit-Covid não – quem anvisa amigo é

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cotidiano
  6. /
  7. Vacinação sim; Kit-Covid não...

Editorial – edição: 858 – sexta-feira, 04/02/22

Olá, querido leitor e cara leitora do JR

Vamos falar da importância da vacinação. De novo??!! Sim, de novo. Nesta semana, o Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina (HU-UEL) divulgou uma nota com o perfil vacinal das pessoas que estão internadas no local, que é referência ao atendimento da Covid-19 em nossa região.

De acordo os números divulgados pelo HU – atenção, são números, que não mentem -, 78% das pessoas internadas no HU por causa da doença não se vacinaram ou não estão com seu esquema vacinal completo. Pode faltar a segunda ou terceira dose, a dose de reforço. Ou seja, de 10 pessoas internadas no HU, em enfermarias e UTIs, praticamente oito delas não se vacinaram satisfatoriamente.

Se for levado em conta apenas os pacientes em estado mais grave, ou seja, que estão internados na UTI do HU, os números são ainda piores: 9 em 10 pacientes não se imunizaram ou tem o esquema incompleto. Se isso não servir para convencer as pessoas a buscarem pela 1ª, 2ª ou 3ª doses, não sei o que poderia fazê-lo.


Há relatos de médicos que ouvem muitos de seus pacientes com Covid-19 se dizerem arrependidos de não terem sido vacinados. Alguns pedem para serem vacinados no leito mesmo.

Mas há relatos de pessoas que se vacinaram e, mesmo assim, pegaram a doença… Sim, a vacina não deixa você imune, mas mais forte e com a imunidade alta. Os sintomas serão mais leves.

Por isso, o conselho é um só: procure pela vacinação em sua cidade e tenha mais reponsabilidades com seu semelhante.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é