Rolandenses lançam tradução de autora neozelandesa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Cultura
  6. /
  7. Rolandenses lançam tradução de...

Lançamento virtual da tradução do livro ‘Numa pensão alemã’, da escritora Katherine Mansfield, foi realizado na terça-feira no Sesc Londrina

Marcia Paganini e Carla Kühlewein exibem, orgulhosas, a tradução

Nesta semana, as escritoras e professoras rolandenses Carla Kühlewein e Marcia Paganini fizeram o lançamento virtual da versão traduzida do livro ‘Numa pensão alemã’, da escritora neozelandesa Katherine Mansfield. A obra é composta por treze contos que evidenciam a sensibilidade, a poesia, o senso crítico e o humor sutil e refinado dessa autora, considerada uma das vozes mais expressivas e importantes da literatura e língua inglesa. O lançamento foi realizado na terça-feira (28), durante um evento virtual que fez parte da 40ª Semana Literária Sesc Londrina Cadeião.

“Minha intenção foi trazer para o público contos dessa escritora que é uma das mais importantes do mundo e que não é tão conhecida quanto deveria, devido a sua importância. Ela não é tão lida e traduzida no Brasil e fica mais restrita a quem estuda literatura. O meu deseja era fazer uma edição com os contos traduzidos da Katherine, que fosse bem-feita e agradável, e que pudesse ajudar a popularizar essa escritora”, explicou Marcia Paganini.

A escritora e professora rolandense também contou como foi o convite feito a Carla Kühlewein para participar da tradução. “Eu convidei-a a estar comigo nesse projeto porque já temos algumas parcerias acadêmicas. Ela também já estava ajudando em algumas obras que eu estava organizando e colaborando com a leitura de livros e a revisão de obras de outros autores”, ressaltou Marcia.

Obra e autora
Kathleen Mansfield Beauchamp nasceu em outubro de 1888 e faleceu em janeiro de 1923. Ficou mais conhecida apenas como Katherine Mansfield e viveu em Londres por muitos anos. Seus primeiros contos, que estão na obra traduzida, foram publicados em jornais ingleses. “Na época, Katherine foi muita admirada pela Virginia Woolf, que teria dito que a única escrita da qual ela teve inveja foi a da neozelandesa”, conta.

Na obra ‘Numa pensão alemã’, que é a soma desses pequenos contos dela publicados em jornais, a autora expôs observações minuciosas e satíricas da vida diária, que estão ligadas entre si. A personagem central é uma moça inglesa, que conta o que vê a seu redor. Na primeira história desta coletânea, “Alemães à Mesa”, a narradora defende o hábito inglês de tomar o chá da tarde sentada entre zombeteiros alemães. “Este foi o primeiro livro de Katherine Mansfield, e depois vieram outros. Essa obra tem uma única edição no Brasil com uma tradução um pouco mais simples”, afirmou Paganini.

Carla Kühlewein, que tem descendência alemã, conta que teve facilidade em se identificar com a obra e, por isso, a tradução foi muito especial para ela. “Alguns contos dessa obra são escritos em primeira pessoa. O que me chamou a atenção nesse livro, que me fez sugerir a tradução dele para a Marcia foi que a autora preserva muitas expressões e frases em alemão”, ressaltou Carla. “Os contos foram lançados em 1911, quando a Alemanha estava para se lançar na Primeira Guerra Mundial (…) e quem lê o primeiro conto já consegue identificar qual é a intenção da autora nessa obra”, adiantou Carla, sem muitos spoilers.

Adquira um exemplar
Os interessados em adquirir um exemplar da tradução podem comprar pela internet, pois a obra já está disponível em alguns sites (Americanas, Shoptime e Submarino) pelo valor de R$ 59,90. Quem preferir pode solicitar o livro diretamente com as autoras e, assim, se arrisca a conseguir um bom desconto. Fale com a editora Alumbre pelo Instagram @editoraalumbre ou pelo e-mail carlak.literatura@gmail.com.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM:

Cultura

FEMUP 2021: inscrições até nesta quinta

Festival de Música de Pitangueiras, para crianças e adolescentes, encerra suas inscrições neste 07 de outubro As inscrições para a 8ª edição do FEMUP (Festival