Cambé: empreendedoras promovem Feira das Mulheres

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Economia
  6. /
  7. Cambé: empreendedoras promovem Feira...

Evento inédito na cidade ocorre no próximo domingo, das 8 ao meio-dia, na praça do Centro Cultural

Cartaz de divulgação da Feira das Mulheres de Cambé

Neste domingo (21), a praça do Centro Cultural de Cambé (rua Otto Gaertiner 210) é sede da 1ª edição da ‘Feira das Mulheres’ do município. Organizado por um grupo de empreendedoras locais, o evento começa às 08 horas e segue até o meio-dia. “No dia 19 de novembro é comemorado o Dia da Mulher Empreendedora, por isso, resolvemos realizar essa feira para que várias mulheres empreendedoras de Cambé possam divulgar o seu trabalho e venderem o seu produto”, explicou uma das organizadoras, a confeiteira Taiana Simão Sanches (27).

Com a pandemia, o número de mulheres empreendedoras cresceu cerca de 40% no Brasil. “Hoje sabemos que muitas mulheres trabalham em casa fazendo artesanato, doces, ou vendem produtos naturais, entre outros diversos serviços. A Feira será uma oportunidade para muitas mulheres que têm vergonha de mostrar o próprio trabalho, se isolam e, até mesmo, se sentem diminuídas por não ter muito apoio”, afirma a empreendedora.

Por ser a primeira vez que o evento será realizado na cidade, a expectativa das organizadoras e das participantes é grande. “Acreditamos que vamos ter uma feira de muito sucesso. Ela está sendo bem divulgada, e espero que seja a primeira de muitas. Até agora nós conseguimos 20 barracas e temos 38 mulheres trabalhando nisso”, informou Taiana. “Na próxima talvez a gente tenha 40, 60 ou até 100 barracas. Temos um sonho grande”, revela.

Além de Taiana, as empreendedoras Rafaela Pires, Tamires Tales e Rejane Peres estão envolvidas nas decisões desse evento que promete ser muito especial. “A Regiane foi a pessoa responsável por conseguir o nosso espaço. Como tem um pouco mais de experiência, está nos ajudando e nos ensinando muitas coisas, sobre como lidar com as participantes, como realizar o evento”, compartilha. “Queremos ajudar as mulheres empreendedoras a crescer e é isso que me deixa mais feliz, o fato de poder dar essa oportunidade e de poder falar sobre como é o nosso trabalho de verdade”, confessa Taiana.

A empreendedora aproveitou para contar um pouquinho sobre o início da sua trajetória profissional que fez ela trilhar esse caminho até o empreendedorismo feminino. “Eu trabalhava em uma empresa fazendo salgados e faz seis meses que estou trabalhando para mim. Faço doces para festa, bolo, brownies, e muitas outras coisas. Quando comecei, achei que ia trabalhar só com salgados, mas hoje cresci muito mais do que imaginava e cada vez me surpreendo mais”, revela.

Para conhecer um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido pelas quatro empreendedoras acesse o Instagram delas: Taiana (@taianadoces_salgados/); Tamires Tales (@mimos_da_yasmin21/); Rejane Peres (@/rejaneperes_/) e Rafaela Pires (@r_afaelapires/ ).

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre as matérias desta edição

Editorial – edição: 873 – sexta-feira, 27/05/22 Olá, querido leitor e cara leitora do JR Neste editorial, abordaremos um pouco das matérias que estão nesta

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é