Município de Rolândia terá ‘Ecossistema de Inovação’

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Economia
  6. /
  7. Município de Rolândia terá...

Projeto é fruto de parceria entre a Prefeitura Municipal e o Sebrae; primeira reunião foi realizada na semana passada na ACIR

Encontro teve a participação do Poder Público e da sociedade civil

Uma das parcerias firmadas pela prefeitura de Rolândia com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) busca a implantação de um ecossistema de inovação na cidade – a outra é relacionada a compras públicas. Esse ecossistema é um conjunto de fatores que estimulam a interação e cooperação. Parques tecnológicos, incubadoras e associações são exemplo desses ecossistemas.

Um primeiro encontro para tratar do tema foi realizado na semana passada em formato de workshop no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Rolândia (ACIR). “Nesse encontro, mostramos um diagnóstico com um mapeamento das questões técnico-científicas presentes no município e cruzamos com as tendências de mercado no setor de inovação. Tudo para gerar oportunidades nessa área”, explicou Sérgio Garcia Ozório, consultor de ambiente de negócios do SEBRAE. No decorrer desse contrato com o Serviço, estão previstos outros três encontros que vão abordar a temática do ecossistema de inovação no município.

O consultor informou que, nesse período em que estiverem no município, será apresentado o mapeamento que vai mostrar quais são os setores mais interessantes para se investir no município no quesito inovação. “Na primeira reunião, vamos apresentar os setores que nós mapeamos nessas últimas duas semanas. Nos workshops, essas questões são apresentadas por pessoas convocadas a participar das reuniões, sejam elas representantes da sociedade civil ou de entidades. São elas que vão definir o que é interessante aplicar em Rolândia. Faremos algumas validações com elas e por isso são necessários vários workshops com a presença de 15 a 20 pessoas de várias frentes”, ressalta o consultor Sérgio.

O objetivo desse diagnóstico é promover a possibilidade de inovação de diversas empresa, sejam elas do setor público, ou privado, grandes ou pequenas, e de diferentes segmentos como tecnologia, agricultura, educação. “A partir dessa inovação, as empresas vão agregar mais valor e gerar mais emprego”, ressalta Sérgio. Depois dos workshops, o diagnóstico continuará ocorrendo em formato de entrevistas com empreendedores do município. “Vamos conversar com pessoas de todas as frentes, queremos ouvir todas elas”, reforçou.

O consultor e coordenador regional de Ecossistema de Inovação, Heverson Feliciano, também presente no encontro, explicou um pouco mais sobre esse processo de inovação. “O ecossistema de inovação é uma metodologia que nos faz olhar melhor para as empresas, e também no entorno, para entender o ambiente em que ela está inserida. Com isso, procuramos entender melhor se as leis favorecem algumas empresas inovadoras, o que geralmente não ocorre, porque quem está inovando geralmente sempre está indo contra a correnteza”, revelou o coordenador.

Heverson afirmou que, resumidamente, o objetivo desses ecossistemas são tonar as pessoas mais felizes em relação aos seus negócios. “Aqui vamos observar em quais empresas de quais setores nós podemos iniciar esse trabalho. Fazemos essa escolha baseada em dois fatores: o primeiro é a vocação, e a outra é potencialidade, em que observamos as tendências da região. Partindo disso também analisamos a questão da maturidade do município nesse setor”, avaliou.

Um diagnóstico parecido também foi realizado em outras cidades da região como Londrina, Apucarana, Cornélio Procópio. “Fizemos o diagnóstico em Londrina em 2018 e hoje a cidade é um destaque no setor de inovação. Se fizermos um trabalho bem ajustado, o ecossistema de inovação tende a decolar. Essa não é uma invenção do SEBRAE, hoje grandes empresas do mundo trabalham com isso, como por exemplo o Vale do Silício”, concluiu Heverson Feliciano.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM:

Economia

Vem aí a 2ª edição da Feira MEI

Feira, fruto da parceria entre a ACIR, Desenvolvimento Econômico, Sala do Empreendedor e Sebrae, é para os Microempreendedores Individuais No dia 10 de dezembro, uma