Proerd de volta às escolas municipais de Rolândia

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Educação
  6. /
  7. Proerd de volta às...

Ao todo, seis escolas estão sendo contempladas com o projeto; aulas já começaram no dia 23 de agosto

Desde o dia 23 de agosto, as aulas do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) voltaram a ocorrer em instituições da rede municipal de Rolândia. O Proerd consiste em uma das ações que compõe as políticas públicas estaduais sobre drogas e violência no Estado do Paraná, e trabalha na perspectiva da prevenção primária em segurança pública, no espaço privilegiado das escolas.

O trabalho desenvolvido pelo PROERD é possível por meio de Convênios com a Secretaria de Estado de Segurança Pública, leia-se Polícia Militar do Paraná. A Secretaria Municipal de Educação celebrou a parceria no ano passado, mas, devido à pandemia, só foi possível que o projeto fosse iniciado neste mês. Desde a adesão ao Programa, já foram realizadas várias ações, tais como, a licitação para compra do material didático que é utilizado pelos alunos participantes do Projeto.

As aulas serão semanais com duração de 45 minutos, e foram iniciadas pelas escolas Garrastazu Médici no 5º ano A (matutino) e Luiz Real 5º ano B (matutino) e 5º ano C (vespertino). É importante destacar que os alunos não podem ter falta no Programa. Além dessas escolas, o PROERD também vai ser realizado na Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, com o 5º ano A (matutino), na Escola Municipal Geralda Chaves Tiradentes, com o 5º ano A (matutino) e na Escola Municipal Artur da Costa e Silva, na qual será atendido o 5º ano A (matutino).

Segundo a Secretaria de Educação, o aluno que está em uma dessas turmas de forma remota também pode participar do PROERD. Basta que seu responsável procure a escola e converse com a equipe Pedagógica do estabelecimento, pois as aulas só serão desenvolvidas no modelo presencial.

Sobre o PROERD
A dependência às drogas constitui uma ameaça à sociedade, uma vez que representa aos usuários: o comprometimento de seu futuro, da qualidade de suas relações sociais, maior propensão ao envolvimento em crimes e ingresso num ciclo vicioso de decadência de valores, violência e perda da capacidade laborativa.

Com base nessa premissa, o PROERD tem se antecipado à ação da drogadição e policiais militares após capacitação específica, desenvolvem atividades na condição de Educadores Sociais do Programa. Em Rolândia os instrutores e Coordenadores do Programa serão o Soldado Mendes e a Cabo Silvia.

Conforme informado pelo órgão municipal, várias reuniões foram realizadas com a Secretária de Educação e a Equipe de Ensino da Secretaria, para início do Programa. Após visita às instituições participantes do Projeto Piloto, os instrutores organizaram o cronograma de encontros.

O setor educacional do município está muito feliz com o retorno do PROERD e na expectativa para que em breve todos os alunos da rede municipal participem deste importante projeto para os alunos da nossa cidade, por ser um trabalho que envolve a escola e as famílias.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM:

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é