Profissões do futuro! Que filho (a) você prepara para elas?

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Educação
  6. /
  7. Profissões do futuro! Que...

Por Código Kid Rolândia

A pergunta que não quer calar: quais serão as novas profissões? Falar de algo que ainda não presenciamos é um desafio, mas é possível fazer algumas projeções.

Muito provável que as profissões do futuro dependerão dos smartphones. Segundo o portal do Governo do Brasil, a Anatel registrou mais de 234 milhões de acessos móveis à internet em 2020. É muita coisa, não é mesmo? Há mais de um dispositivo móvel com internet por habitante, no país, visto que a população do Brasil em 2021 é de 213,3 milhões.

Para a maioria de nós, o acesso ao celular veio tardiamente, mas as crianças de hoje, ou melhor, os profissionais do futuro, já acessam desde muito novos. Acreditamos que as novas profissões utilizarão os smartphones e IA como ferramentas primordiais de trabalho e, mais do que isso, muitas dessas profissões serão voltadas para a melhoria e desenvolvimento de novas experiências para os usuários de smartphones.

As profissões do futuro também serão voltadas para a automatização de transportes e ambientes. Já sonhamos com carros voadores e casas automatizadas desde a série de filmes “De Volta Para o Futuro” e hoje muitas inovações neste sentido estão em desenvolvimento, enquanto outras já estão à nossa disposição, como os carros autônomos.

As smart home, ou casas inteligentes, com luzes, portas e janelas e outras ações acionadas por comando de voz, estão se popularizando. Em alguns anos, carros automatizados, que se movem e estacionam sozinhos, também serão comuns. O desenvolvimento e manutenção destas novas tecnologias exigirão conhecimentos em programação e robótica.

Nosso terceiro exemplo já é realidade, pois muitas profissões do futuro serão relacionadas ao ensino e entretenimento digital. O ensino à distância (EAD), por exemplo, já se popularizou, principalmente com o impacto da pandemia do novo coronavírus. Agora, falando de entretenimento, temos visto crescer muito nos últimos anos o mundo dos influenciadores digitais, mais presentes nas redes sociais e plataformas de vídeos.

Hoje, há pessoas de todas as idades, inclusive crianças, produzindo conteúdos de qualidade sobre todos os tipos de assuntos, faturando R$ e fazendo disso suas profissões.

Outro setor de entretenimento que tem crescido é o mundo dos games. Até alguns anos, os jogos eram apenas sinônimo de diversão e, ainda assim, aqueciam bastante a economia.

Hoje, porém, muitos games se tornaram esportes, chamados de E-sports, e movimentam desde a produção de computadores e periféricos (mouses, teclados, fones, etc) até cadeiras e outras mobílias e acessórios. Segundo o portal Canaltech, esse mercado já vale mais que a indústria de música e cinema juntas.

As transformações no Mercado já estão acontecendo. Investir hoje em educação é ser reposta para as novas necessidades profissionais, que estão vindo por aí. Também é garantia de renda estável para os próximos anos. Conheça a Código Kid, aqui desenvolvemos nos alunos as competências e habilidades do Século 21, capacitando os profissionais de excelência, do futuro.

Escola de robótica, programação e tecnologia em Rolândia
Em Rolândia, a Código Kid, escola de programação, robótica e tecnologia para jovens e crianças, que faz parte da maior rede de escolas de tecnologia do Brasil, torna acessível o conhecimento aos mais atuais modelos de ensino, por meio de cursos relacionados a programação, robótica, desenvolvimento de games, desenvolvimento de aplicativos, youtuber, matemática, letramento digital, entre outros cursos. Se você e seu (ua) filho (a) ainda não tem certeza de qual área é mais indicada, na Código Kid temos a opção de aulas experimentais gratuitas, basta entrar em contato e agendar sua aula.

Mais informações sobre a Código Kid, entre em contato pelo WhatsApp (43) 3312-6332, a escola fica na Av. Romário Martins, 608, sala 05 e atende de segunda a sexta-feira, das 08h30 às 12h30 e das 14h às 20h30, e aos sábados das 08h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM:

Cotidiano

Sobre as matérias desta edição

Editorial – edição: 873 – sexta-feira, 27/05/22 Olá, querido leitor e cara leitora do JR Neste editorial, abordaremos um pouco das matérias que estão nesta

Religião

Jesus disse ‘sim’

Por Monsenhor José Ágius Nosso catecismo básico diz que Jesus morreu para nos salvar. Difícil é explicar porque ele teve que morrer. Dizer que é