Rolândia: inscrições para o Castrapet já começaram

  1. Home
  2. /
  3. Notícias
  4. /
  5. Meio Ambiente
  6. /
  7. Rolândia: inscrições para o...

Programa de esterilização de animais fará seu 2º ciclo no município; desta vez são 760 castrações

O município de Rolândia terá 705 castrações de cães e gatos no 2º Ciclo do Programa Permanente de Esterilização de Cães e Gatos (CastraPet Paraná). As inscrições para esse programa, que pertence à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), começaram nesta quarta-feira (03).

As castrações estão marcadas os dias 16, 17 e 18 de agosto, a partir das 08 horas, e serão realizadas no CRAS Luiz Picinin, do Jardim Nobre (rua Ivaí 635). A Secretaria de Meio Ambiente de Rolândia, que organiza a ação, alerta que não haverá inscrições nos dias das castrações.

Como fazer

Essas inscrições são para um processo de seleção dos animais que passarão pela esterilização e podem ser feitas com os voluntários da AMAR (Associação Mundo Animal de Rolândia) e com as protetoras independentes de Rolândia. A AMAR tem 176 castrações dentro desse programa e pode ser contatada através do Facebook da entidade (/amar.rolandia.7) ou basta procurar na rede social por ‘Amar Amar Amar’. Através de mensagem no Face, as pessoas devem se identificar, falar que animal têm para castrar, dar o endereço e o telefone. “Assim a Amar entrará em contato”, revelou Regina Célia Cabral, presidente da entidade.

Já as protetoras independentes tinham à disposição 352 castrações. A reportagem do JR entrou em contato com Jéssica Machado Venturim, que é uma dessas protetoras. “Nós temos um grupo de protetoras e a maioria das castrações já tinham destino”, afirmou Jéssica. “Nós ainda temos senha para caninos machos, felinos machos e felinos fêmeas. Basta me procurar no meu telefone 996093461”, ressaltou.

A protetora explicou que a pessoa pega a senha e deve ir até a Secretária de Meio Ambiente para finalizar seu cadastro. “A partir deste momento, a responsabilidade é da pessoa. Nós nos responsabilizamos com os animais de rua que serão castrados. No Meio Ambiente, serão dadas as explicações dos procedimentos que a pessoa deve ter”, pontuou Jéssica. “A pessoa pega a senha comigo, vai no Meio Ambiente e fica responsável por levar o animal no dia da castração. Se ela não for, vai pegar o lugar de outro animal que poderia ter sido castrado”, alertou a protetora.

Vagas sociais

Há também vagas sociais, mas que precisam de alguns requisitos para serem pleiteadas. As inscrições para essas vagas podem ser feitas nas três unidades do CRAS do município: a do Jardim Nobre, da Vila Oliveira e do San Fernando. Os requisitos (necessários) para as vagas sociais são ter Cadastro Único (CadÚnico) até 1º de julho deste ano, ter renda de até ¼ de salário mínimo (R$ 303) por pessoa da família, as castrações são limitadas a um animal por família. A seleção será feita por ordem de chegada até que se esgotem as vagas sociais.

Mais informações pelo FoneWhats (43) 3156-0333.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

FOTO(S) DESTA MATÉRIA

VEJA TAMBÉM: