Sinal de Alerta: ANSIEDADE, sintomas e tratamento – por Dra. Leticia Tukasaki Canonico

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Sinal de Alerta: ANSIEDADE,...
Associada a situações que podem causar mudanças em nossa vida, a Ansiedade é um sinal de alerta para nosso corpo e a mente ficarem preparados para enfrentar um novo desafio.

A Ansiedade, segundo Freud, é classificada em três tipos: a realística como o medo de algo do mundo externo (por exemplo: punição dos pais).  A ansiedade moral decorre do medo de ser punido (sentirei culpa se fizer o que estou querendo fazer). E a ansiedade neurótica, que é o medo inconsciente, não se sabe qual é o objeto, quando é analisada a ansiedade se torna realista ou moral.

Há dois tipos de Transtorno de Ansiedade: 
Adaptativa: é considerada como uma função mental normal e útil, pois ajuda a nos preocuparmos com o futuro e tomarmos medidas antecipadas para evitar possíveis problemas. 

Patológica: há diferentes tipos de transtornos: Transtorno do Pânico, Fobia Específica, Fobia Social, Transtorno Obsessivo-compulsivo (TOC), Transtorno de Estresse Pós-traumático, Transtorno de Ansiedade Generalizada.
Quando isso tudo passa do nível tolerável e começa a prejudicar no desempenho profissional ou acadêmico, e/ou nas relações sociais, é o momento em que é necessário estar atentos e procurar por ajuda.

Você já deve ter tido alguns desses sintomas físicos da Ansiedade, como: enjôo e vômitos, tontura ou sensação de desmaio, irritabilidade, dificuldade para dormir, falta de ar ou respiração ofegante, dor ou aperto no peito. Preste muita atenção, pois geralmente achamos que os sintomas são simples e corriqueiros, mas quando percebidos com frequência, devem ser analisados mais a fundo.

Quanto mais cedo o transtorno da Ansiedade for diagnosticado, mais eficaz o tratamento se faz. É imprescindível manter o acompanhamento por um longo prazo para obter melhores resultados e menores prejuízos.

O primeiro passo que devemos tomar é reconhecer quando a nossa preocupação está passando dos limites e procurar orientação terapêutica. Com ajuda especializada, será tratado o sofrimento com seu sintoma e histórico, diminuindo o ritmo interno e favorecendo o processamento de novas informações que levará a libertação da Ansiedade, cooperando assim, para que se entenda o significado de uma existência saudável para que a superação, então, possa ocorrer.
Leticia Tukasaki Canonico, graduada em Psicologia pela UniFil (2013). Atende na CLINIMED – Saúde Integrada, na Rua Estilac Leal, 77 – Rolândia: fones (43) 3255-1717 / 9171-5452.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: