Papo Reto: Essa tal da PEC 241, é de comer? – por Renato Malacrida

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Papo Reto: Essa tal...

Então meus queridos, ultimamente eu nem sei mais o que é o que em toda essa confusão! Mas infelizmente PEC não é de comer, apesar que a essa altura do horário (quase 11 horas, enquanto escrevo) já vem dando aquela fome!

Mas vamos fazer igual ao Jack, O Estripador e ir por partes. PEC é a sigla para Proposta de Emenda Constitucional, que tem como objetivo mudar algumas partes do texto constitucional (alguma lei específica) sem precisar convocar uma nova assembleia constituinte, ou seja, para mudar alguns trechos de determinada lei, não há necessidade ficar mudando toda a constituição. A PEC permite isso, você alterar um trechinho e deixar as pessoas tristes ou felizes, com ou sem direitos e assim vai. Entendendo a proposta, vamos ver o que é a PEC 241! 
O texto é um pouco extenso, mas o que nos atinge diretamente é o governo impor um teto, congelando “gastos” (prefiro ver como investimento) nas áreas da saúde, educação, infraestrutura, entre outros, por 20 anos! Gente, se já está uma bela de uma porcaria essas áreas, imagina congelar os investimentos! Deveriam propor a redução salarial e congelamento dos aumentos dos nossos parlamentares, que, diga-se de passagem, são os mais caros do mundo! 
Mas é muito engraçado, dizer que não tem dinheiro, mas a presidência promove um jantar para convencer os parlamentares e sai em torno de 100 mil reais. Diz não ter dinheiro, mas deu aumento de 40% para o judiciário e teremos outros tantos de aumento para deputados e afins. Não ouço as panelas raivosas! Pediram a saída de um governo legitimamente eleito, agora todos nos pagamos o pato!
ESCOLAS OCUPADAS! OCUPA MAIS QUE ESTÁ POUCO!
Nossos alunos estão dando uma aula de cidadania! Na luta contra a PEC 241 e contra a Reforma do Ensino médio, mais de 200 escolas estão ocupadas em nosso estado!

Parabéns a estes alunos que estão mostrando que ainda há esperança na humanidade e demonstram clareza e discernimento da situação. Esperamos que as ocupações tragam resultado, e que este exercício de cidadania dos nossos alunos possam trazer uma luz e seja exemplo para o restante do Brasil. Aos pais e a comunidade escolar, apoiem nossos estudantes, deem o suporte necessário e sigam juntos a eles nesta luta! E podem contar conosco!
E falando em ocupações…

A APP, sindicato dos professores da rede pública estadual de ensino do Paraná, aprovaram na tarde desta quarta-feira (12), em assembleia geral, a paralização da classe por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira. A situação é crítica e sabemos do desgaste e da falta de apoio de muitos. Sabemos que existem pessoas desempregadas, e todo aquele discurso, mas ninguém quer greve, se ocorrerá, é porque o governo não quis dialogar. Então, vamos esperar os próximos capítulos deste drama social!
Renato Malacrida é professor de História e conta histórias
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: