Tucano comendador: Ivar Benazi receberá a comenda Roland

  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Tucano comendador: Ivar Benazi...
Ivar Benazi, 62 anos, atleta e treinador da equipe de atletismo da Secretaria Municipal de Esportes de Rolândia, receberá a Comenda da Ordem do Mérito Roland. A indicação partiu do vereador João Ardigo (PSB) e foi aprovada na última sessão da Câmara Municipal, na segunda-feira (17), por unanimidade pelos 10 vereadores. “Fico muito honrado em saber que me foi concedida essa homenagem. Fico grato em saber que tudo que nós fizemos durante todo esse tempo em prol da população de Rolândia foi reconhecido. Começaríamos tudo outra vez do mesmo jeito que começamos”, afirma Benazi. 

A data para o cerimonial de entrega da Comenda ainda não foi definida, mas deve ocorrer nas próximas semanas. “Quero agradecer ao vereador João Ardigo, autor da indicação, agradeço de coração por ter se lembrado de um simples professor. Sabemos que existem muitos professores em Rolândia que deverão ser lembrados, existem ótimos profissionais na cidade. Eu fico muito feliz”, agradece o atleta.

Vida e carreira
Ivar Benazi nasceu em Braúna (SP), no dia 25 de setembro de 1954. É casado com a pedagoga Rosane Nogueira Benazi, com quem tem duas filhas – Tatiane, 31, formada em Química, e Rosa Maria, 24, estudante de Medicina – e três netos: Joaquim, 5, Pedro, 3, e Antônio, 1.

Benazi começou a praticar o Atletismo na escola, aos 16 anos. Veio para Rolândia em 1974, como atleta, quando a cidade seria sede dos Jogos Abertos do Paraná. “Naquela época vieram vários atletas para cá”, relembra. Formou-se em Educação Física, na UNOPAR, em 1979.

Aos 26 anos, o corredor lesionou o joelho. Após a lesão, ainda foi campeão da prova de Decatlo nos Jogos Abertos do Paraná, em 1982. “Por causa dessa lesão, tive que encerrar minha carreira antes de me tornar um atleta completo”, lamenta. O Decatlo, hoje conhecido como a “Prova do homem de ferro”, é uma das provas mais difíceis do esporte, dividida em dois dias de competição, em 10 modalidades – 100 metros rasos, salto em distância, arremesso de peso, salto em altura e 400 metros rasos, no primeiro dia; 110 metros com barreiras, lançamento de disco, salto com vara, lançamento de dardo e 1500 metros no segundo dia. 

Em 1979, Benazi passou para o outro lado do esporte: foi indicado por Aristides Junqueira Neto, treinador da época, para assumir o comando da equipe de Atletismo da Secretaria de Esportes de Rolândia. “A minha grande felicidade hoje é ver um atleta meu subindo no pódio, vencendo uma competição. Tivemos a felicidade de ver muitos bons atletas passarem por aqui”, afirma Benazi. 

Entre os destaques da cidade, estão José Ricardo Moraes, campeão sul americano e pan-americano de Atletismo; Renan Bispo, campeão sul americano de 1500 metros; Alisson Luiz Batista, campeão brasileiro de arremesso de peso e José Angelo da Silva, campeão brasileiro da prova de 100 km.

O treinador foi secretário de Esportes na gestão do prefeito Leonardo Casado. “Nós fizemos um trabalho muito grande voltado às categorias de base. Inovamos com algumas competições municipais nessa gestão”, conta.

Atletismo em Rolândia
Atualmente, Benazi treina 120 praticantes de Atletismo em Rolândia, desde adolescentes até pessoas de mais idade. Os treinos são na pista do Estádio Erich Georg, de segunda a sexta-feira, a partir das 18 horas. O professor lembra que os rolandenses que desejam praticar o esporte podem ir treinar, gratuitamente, no espaço. “O esporte é muito importante para tirar as crianças da rua e direcionar seu tempo ocioso para que, sendo bem orientado, faça seus trabalhos da escola, faça uma atividade física e para não ter tempo de pensar em fazer coisas erradas”, ensina o treinador.

O ex-atleta conta que hoje o esporte é mais valorizado do que era quando começou a treinar. Ele relembra que era criticado e chamado de desocupado quando corria pelas ruas. Para quem está começando no esporte, o treinador dá um conselho: “Siga em frente. Tem que ter muita perseverança e acreditar em si”.

Palavras simples, mas sábias. Ditas por quem entende e sabe do que está falando.






idagencia

idagencia

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: