7.000 alunos da rede estadual voltam às aulas nesta terça-feira (01)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. 7.000 alunos da rede...

Os estudantes dos colégios Souza Naves, Padre José Herions e Francisco Villanueva voltam às salas de aula na terça de manhã. O Colégio Alexandre Chiarelli deve retornar no período da tarde. Os funcionários do Presidente Kennedy ainda se reunirão para decidir quando o colégio volta a funcionar. O Colégio Lauro Portugal, em São Martinho, não participou da paralisação.

Márcio André Ribeiro, presidente da App-Sindicato Londrina, explica que o fim da greve foi condicionada pelo governo para que a negociação salarial fosse retomada. “Como houve um pequeno avanço nas negociações, a categoria optou por apostar na mesa de negociações e tentar concretizar a pauta de reivindicações retornando para as atividades. Apesar disso, permanecemos em estado de greve, o que significa que qualquer retrocesso nas negociações nos possibilita a reavaliação do retorno à greve”, afirma.
A greve começou no dia 17 de outubro, em protesto ao projeto do governo estadual que suspendia a reposição salarial prometida no fim da greve em 2015, que seria cumprida em janeiro de 2017. A emenda à lei de reajuste foi retirada de pauta pelo governo, que colocou a suspensão da greve como condição para que a negociação continue.

Ocupações
A Justiça determinou a reintegração de posse nos Colégios Souza Naves, Padre José Herions, Alexandre Chiarelli e Francisco Villanueva na sexta-feira (28). A ação não citou o Colégio Presidente Kennedy. Alguns locais foram desocupados durante o fim de semana e outros hoje (31).
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: