Papo Reto: Aos Estudantes – por Renato Malacrida

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Papo Reto: Aos Estudantes...
Aos Estudantes
Há algumas semanas, venho escrevendo sobre as ocupações nas escolas, e pelo fato de estar apoiando determinada ação que eu esteja doutrinando os estudantes (isso enquanto professor). Hoje, voltei às aulas na Escola Padre José Herions, e como professor de História, não poderia deixar de ouvi-los e fazer um balanço da situação. Vários estudantes falaram, tanto os prós quanto os contras. Os contrários disseram que, por mais que não concordavam com as ocupações, acreditam na necessidade da mobilização dos estudantes. Os alunos que estavam presente nas ocupações, relataram que mudaram o modo com o qual enxergam a educação. Disseram que passaram valorizar o ambiente (ao menos, na segunda aula, a sala não tinha um papel de bala no chão! O que é novidade…rs), e de que realmente o ensino básico precisa de reforma, mas não desta maneira.

Diante de tantas indagações, como não defender nossas crianças quando dizem que não sabem o que fazem? Partindo do pressuposto de que, um menor tem consciência quando mata, rouba, vota ou quaisquer outra situação, porque eles não teriam consciência das ocupações? Vivemos tempos em que há uma guerra ideológica declarada, e cada um se arma da maneira que pode e convém.

Diante de tudo que ocorreu, parabenizo nossos estudantes, tanto os que ocuparam, quanto os que foram contrários. Parabenizo porque demonstraram, em sua maioria, consciência e um debate franco. Houve um fortalecimento da classe estudantil de tal maneira, que jamais pensaria que seria possível. Continuem assim e espero que possamos colher bons frutos quanto a esta situação. Força, meninada, o futuro está nas mãos de vocês!

Volta às aulas
Após duas semanas de greve, voltamos às aulas! Devo dizer que a apatia somada ao cansaço estão presentes em muitos professores nesta volta às atividades escolares. Infelizmente, estamos vendo nossa educação ir de mal a pior (acreditávamos que isso seria impossível) e uma boa parte da população está batendo palmas a isso. Particularmente não sei onde iremos parar, pois se já temos uma educação falha, piorar o que já é ruim. Mas a culpa é de quem? Do professor, é claro! Jamais será do governo que joga 40 alunos dentro de uma sala, de alguns pais ou responsáveis que transferem a responsabilidade de educar seu filho para a escola e por assim vai. Gente, sejamos coerentes e tenhamos consciência da importância da educação na formação de um país melhor. Aliás, se tem uma coisa que aprendi nessas duas últimas semanas é que todos podem protestar por melhorias na educação, menos professores e alunos (porque senão são tachados de comunistas, esquerdopatas).


Renato Malacrida é professor de História e conta histórias
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: