No amor e no suor: casal rolandense compete no Chile

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. No amor e no...
Os corredores rolandenses Angélica Maria Pusch Nogueira, 51, e João Ubirajara Nogueira, 61, participaram da competição Mountain Do Deserto do Atacama. A prova foi neste domingo (13), em San Pedro de Atacama, no Chile. “É uma corrida de aventura. É uma competição diferente porque é o deserto mais árido do mundo e o mais alto e também dizem que tem o céu mais bonito do mundo”, conta Angélica.

Os competidores são marido e mulher e descobriram a maratona no início desse ano. O casal fez uma corrida de aventura no ano passado, em Londrina. “Foi uma paixão que a gente descobriu. A gente começou a procurar esse tipo de coisa. Foi quando a gente descobriu o Mountain Do e, através dele, o deserto do Atacama”, relata a corredora.

A prova
A largada foi às 7h20, com percursos de 42 km, 23 km e 6 km. Os percursos são feitos em terrenos variados (asfalto 5Km – dunas 2Km – estrada de chão 30Km – trilha 3Km – areia 2Km). Angélica correu 23 km e Nogueira competiu nos 6 km. “É um grande desafio, por ser um deserto, por ser mais árido. Uma grande preocupação nossa é essa”, afirma Angélica.

Nas corridas de 42 e 23 km, as categorias disputadas são Junior (18 a 24 anos), Sub 35 (25 a 34 anos), Máster 35 a 44 (35 a 44 anos), Master 45 a 54 (45 a 54 anos), Master 55 a 64 (55 a 64 anos) e Veterano (65 anos ou mais). Todas as categorias são disputadas no feminino e masculino. As categorias da corrida comemorativa de 6 km são masculina e feminina.

O tempo máximo para término da prova de 42 km é 6 horas e 18 minutos, em uma média de 9 minutos por quilômetro. O tempo máximo para término da prova de 23 km é 3 horas e 15 minutos, em média 8,5 minutos por quilômetro. A premiação teve troféus para os três primeiros colocados no geral de cada categoria (feminino e masculino). Todos os participantes que concluírem o trajeto recebem medalha.

Preparação
Angélica e Nogueira estão treinando há cinco meses para a prova. Os atletas correm pela Associação dos Corredores de Rolândia – Tucanos e receberam todo o apoio de seu técnico, Ivar Benazi. “Fizemos corridas em diversos terrenos”, conta o casal. Além de correr, os atletas fizeram aulas de natação, atividades com um preparador físico e consultas com uma nutricionista. Os corredores viajaram para Curitiba na quarta-feira (09). Na quinta (10), embarcaram para Santiago, no Chile, de onde seguem para Calama e San Pedro de Atacama. 

O casal já havia corrido e praticado outras atividades físicas quando mais jovens. Há dois anos e meio, após perder o pai, Angélica começou a correr com os Tucanos, como uma forma de superação e trabalho psicológico. Há dois anos Nogueira começou a acompanhar a esposa e eles já participaram de diversas competições juntos. 

Os atletas agradecem o apoio do técnico, de seus colegas da equipe Tucanos, de todos os seus amigos, familiares e dos profissionais que auxiliaram na preparação para corrida. 
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: