Confirmada a morte do Goleiro Danilo da Chapecoense

  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Confirmada a morte do...

A polícia de Medellín confirmou a morte de mais de 70
pessoas no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense na madrugada desta terça-feira
(29), na cidade de La Unión, próximo a Medellín, na Colômbia. A informação é do
General José Acevedo Ossa, da polícia local, responsável pelo resgate. Ainda
não há confirmação sobre quem são as vítimas. Segundo Ossa, inicialmente
somente seis pessoas tinham sobrevivido à tragédia, entre elas o goleiro Marcos
Danilo Padilha, 31 anos que teria sido socorrido com vida, mas acabou de ter a
sua morte confirmada pela Cruz Vermelha.

O goleiro Marcos Danilo Padilha, 31 anos, jogou no Nacional
de Rolândia entre os anos de 2006 e 2008 e tem muitos conhecidos na cidade. Ele
começou no Cianorte, sua cidade natal, e tem passagens pelo Engenheiro Beltrão,
Paranavaí, Operário de Ponta Grossa, Arapongas e Londrina – está na Chapecoense
desde 2013.

Tragédia

Segundo o Aeroporto Internacional José Maria Cordova, de
Medellín, os cinco sobreviventes são os jogadores Alan Ruschel, Danilo e
Follmann, o jornalista Rafael Henzel e a comissária Ximena Suarez. 
O ex-jogador Mario Sergio, comentarista do canal FoxSports,
está entre as vítimas, segundo o Bom Dia Brasil.

Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros
Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os
zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil,
Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os
atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

No voo estavam 81 pessoas, incluindo 72 passageiros e nove
tripulantes. No total, eram 48 membros da Chapecoense, incluindo 22 jogadores,
21 jornalistas e três convidados, além da tripulação.

Alguns atletas da Chapecoense não viajaram com a delegação.
A lista inclui os seguintes jogadores: Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei,
Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima. Eles não vinham sendo utilizados
pelo treinador Caio Júnior. Entre todo o time, o goleiro Nivaldo é o mais
antigo do elenco e está no grupo desde que a equipe estava na Série D.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: