Rolândia: prefeito, vice e vereadores são empossados

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Rolândia: prefeito, vice e...

   Rolândia já tem um “novo” prefeito diretor da desde as 10 horas deste domingo (1º): Luiz Francisconi Neto tomou posse durante uma sessão solene na Câmara de Vereadores de Rolândia. Além dele, o vice-prefeito Roberto Fernandes Negrão e oito vereadores e duas vereadoras também tomaram posse durante essa manhã. Na total, as duas sessões realizadas levaram cerca de uma hora e meia, conforme previu Reginaldo Burhoff, diretor da Casa de Leis de Rolândia.

Legislativo
    A sessão solene foi realizada em duas etapas. A primeira foi uma sessão preparatória em que ocorreu a posse e eleição da mesa diretora da Câmara. Essa primeira etapa foi conduzida pelo vereador mais velho da nova Legislatura: Eugênio Serpeloni, de 58 anos. Curiosamente, Serpeloni foi o candidato a presidente da chapa única para a presidência da Câmara. Dessa maneira, ele conduziu a posse dele próprio e dos vereadores Andrézinho da Farmácia, Irineu de Paula, Alex Santana, João Ardigo, Rodrigão, João Gaúcho, Reginaldo Silva e das vereadoras Maria do Carmo e Edileine Griggio.
   Depois de empossados, os parlamentares tiveram que votar na eleição da mesa diretora – cuja votação foi unânime: 10 votos. Após a eleição da mesa, a 18ª Legislatura (2017-2020) de Rolândia foi declarada instalada. Os vereadores e a mesa diretora assinaram o termo de posse e a sessão preparatória foi encerrada.

Posse do prefeito e vice
   Depois da sessão preparatória, abriu-se a sessão solene de posse do prefeito e vice-prefeito, com a execução do Hino de Rolândia. Eugênio Serpeloni, o novo presidente da Câmara, assumiu a direção da sessão.
   O prefeito Luiz Francisconi foi declarado empossado pelo presidente da Câmara e assinou o termo de posse; gesto repetido pelo vice-prefeito Roberto Negrão. Em seu discurso, o prefeito falou em unidade e em trabalho de parceria entre o Executivo e o Legislativo rolandenses. “Todos focados para ajudar Rolândia”, ressaltou Francisconi. O deputado estadual Cobra Repórter falou em instabilidade pelos quatros anos de Governo a que tem direito o novo prefeito. “Ele terá mais tranquilidade para buscar recursos”, garantiu Cobra.
   Mas, talvez, o discurso que mais tenha marcado a posse dos eleitos de 2016 foi o do vice-prefeito Roberto Negrão, que usou o ex-presidente Juscelino Kubitscheck como exemplo. “JK falava de 50 anos em 5, por que não podemos fazer 40 anos em 4?”, questionou Negrão.   

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: