Novas lixeiras seletivas quase prontas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Novas lixeiras seletivas quase...

   Ainda em janeiro, 15 lixeiras seletivas serão instaladas pelo município de Rolândia para tentar amenizar o problema de descarte de material reciclável em locais inadequados (leia matéria na página 16). “São lixeiras para separação do lixo reciclável. Acreditamos nas próximas semanas elas estarão instaladas. Agora é conscientizar a população”, afirmou Paulo Gripp, secretário de Meio Ambiente. A quantidade de lixeiras é pequena, mas podem iniciar uma ação de conscientização dos moradores da cidade.

   As lixeiras foram feitas pela empresa rolandense Metalmax, que também é responsável pela confecção de 10 Ecopontos – uma espécie de Lixeira Seletiva maior.

   As lixeiras são fixas, coloridas, dentro do padrão de coleta, e possuem três compartimentos: verde para papel, vermelho para plástico e vidro, e amarelo para metal. “A lixeira seletiva teria 5 compartimentos, mas por economia fizemos uma básica com três baias”, explicou Gripp. A recomendação é que se coloque o vidro junto com o plástico e que se embrulhe o vidro antes de colocá-lo na lixeira, para proteção da pessoa que recolhe o material. “Quanto mais a população adotar essa ideia, melhor será para o meio ambiente”, alertou o secretário.

   Ainda de acordo com informações levantadas junto a Paulo Gripp, as lixeiras seletivas serão instaladas em áreas públicas, em que haja grande movimentação de pessoas. “Mas não na calçada para não atrapalhar o passeio público”, ressaltou. Alguns locais já são conhecidos: Rodoviária, Calçadão, Igreja Matriz, Igreja do Novo Horizonte, Igreja da Vila Oliveira, Igreja da Ressurreição, Prefeitura, Saguaragi, Igreja da Vila Operária, Jardim Nobre, Clínica do Rim. “Estamos adesivando as lixeiras com as orientações”, salientou Gripp.

    As lixeiras custarão cerca de R$ 20 mil aos cofres do município e foram feitas pela empresa Metalmax. A Licitação deu deserta, então usamos um pregão”, esclareceu Gripp. Essa empresa também está montando 10 PEVs (Pontos de Entrega Voluntários), também conhecidos como ecopontos. Os PEVs têm o valor de R$ 60 mil e serão instalados no São Fernando, Nobre, Novo Horizonte, Vila Oliveira, nos distritos de São Martinho e Bartira. “Eles serão colocados em locais estratégicos da cidade, para que a população faça o descarte adequado de vidros, metais, papelão e plástico”, concluiu o secretário.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: