Mato cresce a olhos vistos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Mato cresce a olhos...

Os moradores de jardins e bairros de Rolândia estão sofrendo com o mato alto, que cresce em toda a parte. Os principais motivos dessa verdadeira “selva verde” é a quantidade de chuvas nesses dias e a falta de roçagem – o contrato com a Sanetran, empresa terceirizada responsável pela limpeza e capina, foi suspenso.

O secretário de Finanças de Rolândia, Francisco Ramos, falou com a reportagem do JR sobre o novo contrato com a Sanetran, assinado recentemente. “O secretário de Serviços Públicos, Wanderlei Massuci, falou comigo hoje (terça-feira, 24) e eu já liberei a limpeza. Ele já entrou em contato com a Sanetran para começar o trabalho”, afirmou Ramos.

A Sanetran irá trazer a máquina de Curitiba para realizar o serviço. Ainda segundo o secretário de Finanças, o trabalho da empresa terceirizada irá começar com cerca de 100 mil metros quadrados de capina por mês. “A média do último contrato era de 200 mil metros quadrados por mês”, revelou Francisco Ramos. “Vamos começar com 100 mil metros quadrados por mês e a tendência é aumentar”, ressaltou. O serviço de roçagem e capina deve começar na próxima semana.

Perigos
O mato alto provoca problemas e traz consequências para a área de saúde, segurança e meio ambiente. Primeiramente, insetos peçonhentos e ratos começam a se proliferar e tendem a invadir as residências. Relatos de escorpiões e aranhas dentro de casa não mais frequentes em locais com mato alto. Com o colonião alto, aparece o fogo para limpar o terreno, trazendo inúmeros prejuízos para a saúde e o principais vítimas são as crianças e idosos, além das pessoas com problemas respiratórios – sintomas ampliados pela fumaça. A fuligem que cai sobre quintais e roupa obriga as pessoas a usarem mais água.

O mato alto também serve de esconderijo para ladrões e assaltantes, que podem se esconder antes e depois de praticar algum crime. Há muitos relatos de bandidos que usam desses locais para se camuflar e, assim, podem abordar suas vítimas sem serem vistos. E se o fogo é usado para “limpar” esses terrenos, muitas outras plantas e árvores são queimadas juntas: mais prejuízo para o ambiente.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: