Segurança da criança no veículo – por Dr. Sérgio Luiz Rossi

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Segurança da criança no...
Transportar as crianças com segurança no carro é fundamental para todas as pessoas que utilizam este meio de transporte. É um fator muito importante porque os acidentes de trânsito representam a principal causa de morte em crianças de 1 a 14 anos, no Brasil. Há estimativa de que mais de 2 mil crianças de até 14 anos morram por ano no Brasil.

Tipos de dispositivos para segurança:
1 – Cadeiras tipo bebê-conforto ou conversíveis: são indicadas para crianças desde o seu nascimento até um ano ou 13 Kg.  Podem ser fixadas no centro do banco traseiro ou no lado direito do passageiro, de preferencia no cinto de três pontos e sempre de costas para o movimento (voltadas para o vidro traseiro) com inclinação conforme as orientações do fabricante.
2 – Cadeira de segurança: para crianças de 1 a 4 anos de idade ou cerca de 9 a 18 Kg. São fixadas pelo cinto de segurança do banco traseiro e colocadas de frente para o painel.
3 – Assentos de elevação ou boosters:  para crianças de 4 a 7,5 anos ou de 15 a 36 Kg. São colocadas no banco traseiro e fixadas com cinto de segurança, de preferencia o de três pontos.
4 – Se a criança tiver altura suficiente para colocar o cinto de segurança, no mínimo 1,45 metro e acima de 36 Kg.  – em geral, crianças de aproximadamente 7,5 a 10 anos de idade, ela pode ficar no banco de trás, utilizando apenas o cinto de segurança de três pontos do veículo. 

Outras dicas importantes:
Verifique se a cadeirinha tem o selo de qualidade do INMETRO.
Não importa a distância que será percorrida. Seja na estrada ou na cidade, em distâncias longas ou curtas, é sempre obrigatório usar os dispositivos de segurança.
Dr. Sérgio Luiz Rossi é pediatra atende na CLINIMED – Saúde Integrada, na rua Estilac Leal 77 – Rolândia. O fone é o (43) 3255-1717
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: