O carnaval da Saguaragi, em Rolândia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. O carnaval da Saguaragi,...

   O presidente do Grêmio Recreativo Escola de Samba Flor do Maracujá, Paulo Sérgio Antonio, prometeu o carnaval em Rolândia e cumpriu sua promessa. Apesar da total falta de apoio, a escola fez o seu “esquenta” no sábado (25) nos Cinco Conjuntos e realizou o seu desfile na “avenida” Saguaragi na noite de segunda-feira (27). O público que estava presente na Saguaragi aplaudiu o desfile e caiu no samba no final, misturando-se aos foliões.

   Paulo Sérgio explicou que a escola não conseguiu trabalhar com um tema específico devido à falta de recursos. “Gostaria de fazer realmente um desfile, abordando tema com as alas certinho, com as fantasias dentro do tema, mas infelizmente a gente não tem essas condições”, explicou. Paulo tem expectativas de melhorar ainda o trabalho que a escola faz no Carnaval. “Espero que no ano que vem a gente não vai ficar só dependendo da prefeitura, do poder público não, vamos ver se a gente faz alguma coisa independente deles, se reunir, juntar forças”, afirmou. “Eu acredito que o carnaval tanto aqui quanto em outros lugares também tem que ser autossustentável”, declarou o presidente.

A escola

   A Escola de Samba Flor do Maracujá existe há doze anos em Rolândia e desde sua fundação é presidido por Paulo. Os desfiles que a escola participou não foram apenas em Rolândia, mas também em cidades da região. A Flor de Maracujá sobrevive de trabalho voluntário, como explicou Paulo. Ele também afirmou que há possibilidade da Escola de Samba participar do Fundo Municipal de Cultura com projetos, mas seria complicado conseguir recursos para um desfile de Carnaval. “É muito difícil, difícil por conta dos impasses na lei”, justificou. 
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: