Exposição homenageia a Mulher

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Exposição homenageia a Mulher
Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o Museu de Rolândia vai promover uma exposição de obras do artista Edson Massuci. A exposição “Dia a Dia Mulher” começa nesta segunda, dia 6 de março, e permanece até o dia 30 deste mesmo mês. De acordo com o artesão, serão expostas mais de vinte peças, algumas representando a mulher trabalhando no campo, com o café, em passeios e em outras situações. 

Massuci trabalha com o tema mulher há muitos anos e sempre costuma fazer exposições especiais sobre elas. “Esse ano eu não ia fazer, porque eu estou trabalhando em uma série pra uma próxima exposição que vai ser sobre café, a rota do café de Rolândia”, explicou o artesão. “Conversando com a Nilce, do Museu de Rolândia, descobri esse espaço vago para o Dia da Mulher, então ela me disse se eu não teria algum trabalho, algumas obras que pudessem fazer uma exposição. Resolvi colocar esses trabalhos que eu estou fazendo para próxima exposição e já colocar nessa”, revelou.

Produção das obras
Edson Massuci explicou a escolha de suas matérias-primas. “Eu venho trabalhando há uns vinte e poucos anos com materiais de comunicação, lixo de comunicação. Antes era chapa de offset, quando parou a chapa de offset, que não existia mais, eu comecei a trabalhar com jornal, comecei a utilizar o resultado da chapa de offset que é o jornal”, disse. “Há um ano, mais ou menos, eu achei um pedaço de antena parabólica, que é um alumínio super resistente, um material legal de trabalhar, durável, e eu comecei a fazer algumas coisas pequenas com aquela telinha e deu resultado”, relatou o artista. Para ele, isso representou “mais uma comunicação na minha vida. O jornal: comunicação. A chapa de offset: comunicação. A tela de parabólica: comunicação”.

Pesquisando, o artesão descobriu uma fábrica de antenas. Desde então, ele compra rolos de telinha para fazer suas obras com menos emenda de telas. “As obras que eu estava fazendo estavam saindo muito remendadas porque eram pedacinhos pequenos que eu estava aproveitando. Já com a tela comprada da fábrica dá pra você fazer, por exemplo, a altura do personagem inteiro com uma peça só”, explicou.

O avô de Massuci tinha uma fazenda de café que ele sempre visitava, observando os trabalhadores do cafezal. “Eu fui gravando essas imagens, e hoje eu tenho um arquivo legal de imagens de café”. Para ele, o café traz a lembrança da infância, na fazenda e das manhãs que a mãe moía e fazia o café em sua casa.

Como Massuci estava trabalhando com o café, resolveu começar a colocar a mulher em funções da agricultura. Nesses trabalhos, o artista afirma estar “fazendo o casamento da telinha com o jornal”. E as ideias dele ainda vão longe. “Eu quero ver se amplio essas obras agora, obras grandes, associando a telinha e o papel”, disse o artesão.

Muitas vezes, mexendo em jornais para fazer seus trabalhos, o artista encontra trechos que ele considera importantes e os coloca na superfície das obras. “É especial, eu deixo sempre aparente, quando fala em arte, quando fala em café, eu agrego na obra”, disse.  “Toda obra que você pegar que tiver jornal, observa que tem alguma coisa a ver com o trabalho”, afirmou Edson Massuci.
idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: