Alunas de CMEI encarnam mulheres que fizeram história

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Alunas de CMEI encarnam...

O Dia Internacional das Mulheres foi diferente para a turma do Infantil 4 da CMEI Marly do Nascimento Santos, do jardim Parigot de Souza, de Rolândia. Com a iniciativa das professoras Ana Flávia Ferri e Patrícia de Medeiros, foram realizados um desfile e uma sessão de fotos em que as alunas se caracterizaram como algumas mulheres importantes na história do Brasil e do Mundo. A ideia veio após a coordenadora pedir para Ana Flávia e Patrícia elaborarem um cartãozinho para o Dia da Mulher. As professoras queriam algo a mais “para a gente trabalhar realmente com as crianças a valorização da figura feminina, de incentivar os meninos a ter gestos mais gentis para com elas desde pequenos”, como explicou Patrícia. As duas ficaram um final de semana todo em contato, elaborando o projeto e selecionando mulheres para cada uma das dez meninas da turma.

A preparação do projeto foi feita com muito carinho pelas professoras. “Não contamos para as mães o que realmente seria feito, mas pedimos algumas roupas base para a gente ajudar na produção”, contou Ana Flávia. “A gente foi pegando material de casa, pedimos emprestado para as professoras, pedimos emprestado para a coordenadora e aqui na sala mesmo a gente montou um fundo bem simples mesmo, de TNT, e com o próprio celular nosso tiramos fotos das meninas”, disse a professora. Além das fotos, as professoras organizaram um desfile para comemorar o Dia da Mulher com os demais alunos e professoras do CMEI.

Para complementar essas atividades, elas ensinaram as crianças sobre os feitos das personagens selecionadas. “Nós fomos contando as histórias das mulheres para elas e para os meninos também”, relatou Ana Flávia. As professoras também explicaram aos meninos sobre a lei Maria da Penha. O aluno Lucas, por exemplo, já aprendeu que não pode bater em mulher “porque vira covarde”. Além disso, Patrícia afirmou que o projeto melhorou o relacionamento e a amizade entre as crianças da turma. “Eles trouxeram flores para entregar para as meninas e dentro da sala também melhorou muito o comportamento deles em relação às meninas. E as meninas também se tornaram bem unidas entre elas”, contou.

O projeto se tornou motivo de orgulho para as professoras do Infantil 4. “Nós estamos se sentindo realizadas, foi muito mais que a gente esperava”, declarou Ana Flávia. Patrícia também ressaltou a importância do projeto. “Foi muito significativo, muito importante, a gente ficou muito feliz com a reação deles”, afirmou. “Para mim foi uma das experiências mais positivas e mais legais que eu tive desde que eu comecei a trabalhar”, completou a professora. Patrícia também ressaltou o apoio e o retorno dos pais, que aprovaram a iniciativa.

As mulheres
Antonella Bruner Soares (3) se vestiu como a famosa estilista Coco Chanel. De acordo com Beatriz Vais Carolino (3), a mulher que ela representou na foto, que é Clarice Lispector, “fazia livros”. Ester Gabriele Nunes da Silva (3) representou a artista Tarsila do Amaral. Hadassa Araújo Godoy (2) se vestiu de Rosa Parks, símbolo do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos. Isadora Cristina da Silva (3) foi a judoca Rafaela Silva, medalhista de ouro nas Olimpíadas de 2016. Karla Fernandes Senhoreli (3), contou que a sua personalidade, Malala Yousafzai, ativista paquistanesa e vencedora do prêmio Nobel da Paz, “queria ir para a escola”. Lara de Freitas Torrecilha (3) representou a pintora mexicana Frida Kahlo. Laura Melina Ribeiro (3) se vestiu de Anita Garibaldi, que participou ao lado de seu marido de diversas batalhas no Brasil e na Itália. Rafaela Lopes Soares (3), representou Madre Teresa de Calcutá e Sofia Vitória de Souza (3) se vestiu como a jogadora de futebol Marta, considerada a melhor do mundo atualmente.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: