Sacola incentiva a leitura em família

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Sacola incentiva a leitura...
A Biblioteca Pública Municipal em parceria com o Jornal de Rolândia, lançou a 5ª Edição do projeto “Sacola Itinerante Familiar”, que vai acontecer durante todo o ano de 2017. O tema dessa edição é “Arca de Noé”, para chamar a atenção das crianças de forma lúdica. São 270 sacolas que vão atender a cerca de 5500 alunos das 12 escolas municipais, 7 CMEIs e 4 entidades filantrópicas e as famílias desses estudantes, que têm entre 4 anos (Educação Infantil) e 10 anos (Ensino Fundamental I). 

Segundo Eliane Festti Serpeloni, professora e funcionária da biblioteca, o objetivo do projeto é incentivar a leitura em família. A sacola vai para casa com o aluno toda semana, com um material diversificado para estimular a leitura nas crianças, adolescentes e adultos. “Nessa sacola, o objetivo é que tenha um material que chame a atenção de toda a família”, explicou. Além de livros, a sacola inclui revistas e um exemplar semanal do JR. “O jornal ele tem notícias tanto para o pai, quanto para a mãe, se tem um adolescente em casa”, ressaltou Eliane. O JR envia 270 edições por semana para a biblioteca, que repassa para as escolas atualizarem nas sacolinhas. 

Eliane destacou a importância da sacola. “A criança ela leva para casa um livro que a escola manda, mas o que acontece: às vezes esse livro fica lá na bolsa e ele nem pega para ler, a mãe nessa correria do dia a dia nem percebe que ele está com o livrinho”, disse. Com a sacola, é diferente. “A criança chega em casa com um material de leitura visível”, afirmou. Segundo a professora, o projeto já deu frutos e se mostrou eficaz no estímulo a leitura. Mães relataram que os filhos estão lendo mais, e que a escrita e desempenho em sala de aula melhoraram. Até mesmo tiveram casos em que pais conseguiram empregos através de anúncios do jornal. Além disso, como as sacolas têm a identificação da biblioteca, isso estimula outras pessoas a voltar ou começar a frequentar o local, aumentando a procura por livros e fichas.

As sacolas foram distribuídas para as escolas na última sexta (31) e junto com elas foi uma orientação para os pedagogos, para que cada professor use esse recurso com criatividade. “A criança vai levando em forma de rodízio ou escala e o professor vai incrementando de acordo com a necessidade da sua sala de aula”, afirmou a funcionária da biblioteca. Os exemplares que vão nas sacolas pertencem ao acervo de cada escola. Esse ano, as sacolas foram confeccionadas em Oxford e não mais em TNT, o que deve aumentar a duração delas. “Acreditamos que ela vá durar até o final do ano”, afirmou Eliane. 

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: