Comtur: Ecociclismo, caminhada no lago, museu e rota do Café

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Comtur: Ecociclismo, caminhada no...

    A reunião ordinária do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) de Rolândia rendeu muitos bons assuntos na noite de terça-feira (18) no centro cultural Nanuk. O café foi um dos principais assuntos, mas também houve tempo para se discutir sobre uma Caminhada na região do Lago San Fernando e sobre o Ecociclismo, além de se lembrar do pioneiro Irineu Pozzobon.

   A galera envolvida com o ciclismo em Rolândia esteve na reunião e lembrou que o esporte é uma fonte de turismo para a cidade. Representantes da Volta do Alemão, Bode Bike e Caminhos de São José, os três principais eventos ciclísticos do município, pediram mais apoio a esses eventos, principalmente por parte do Poder Público. “Um deles disse que damos de 10 a 0 em qualquer município vizinho da região, falando de locais para o ciclismo rural. Tomara que nossas autoridades aproveitem a rica experiência dessa turma pioneira que já tanto valoriza o veículo do futuro: a bike, magrela, bicicleta! A torcida é que os nossos homens e mulheres da política comecem a dar o exemplo andando para o serviço de bike”, afirmou Daniel Steidle, presidente do Conselho.

Café
    A Rota do Café, da qual Rolândia participa, e um museu para a planta foram discutidos durante a reunião. “Rolândia ainda tem (segundo o Sindicato Rural) em torno de 100 produtores. A memória do café está presente e é fantástica. Nossa amiga Cornelia Gammerschlag (de Santa Mariana) mostrou como ganhar dinheiro e oferecer muitos empregos pelo café”, explicou Steidle. “A morte do amigo Irineu Pozzobon foi como um recado para nós. Parece saudosismos lembrar dos bons e velhos tempos da era do café, mas alguns especialistas do café, como os agrônomos Irineu Pozzobon e o Armínio Kaiser do extinto IBC (Instituto Brasileiro do Café), deixaram obras e depoimentos sobre um novo e promissor capítulo do Ouro Verde”, ressaltou o presidente.

    Daniel deu até a data da “inauguração” do Museu do Café Massuci, que será em um casa na Fazenda Bimini. “No sábado, 3 de junho, na abertura da Semana Internacional do Meio Ambiente, nosso museu será aberto com obras de Massuci e homenagens a Irineu e a Kaiser, entre outras milhares de pessoas tão ligadas emocionalmente ao café”, revelou Steidle. A ideia do Comtur é haver vários “museus do café personalizados”, capazes de devolver a identidade esquecida que tanto fez sucesso e, num contexto atual, poderá garantir um futuro sustentável.

Caminhada
   O vereador Rodrigão falou da necessidade de revitalização do lago San Fernando e foi sugerido que se faça uma caminha ecológica no local, ideia que agradou a todos. Os conselheiros prometeram fazer algo sobre o assunto.
    Além de Rodrigo, estavam presentes os vereadores Eugênio Serpeloni, Irineu de Paula e João Ardigo, vice-presidente do Comtur.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: