Como evitar a cárie? – por Dr. Anderson Miyazato

  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Como evitar a cárie?...

A cárie é fruto de um processo que envolve perda e substituição de sais minerais do dente com o passar do tempo, em resposta aos ataques ácidos diários que ele sofre pela ingestão de alimentos.

A formação da cárie pode ser evitada com a ajuda do dentista: basta seguir sua orientação e alimentar-se corretamente, nos horários certos, evitando comer entre as refeições principais. E escovar os dentes com pasta à base de flúor pelo menos duas vezes ao dia é uma medida essencial para equilibrar a guerra que se trava na superfície do dente e combater o processo de deterioração que resulta na cárie. Vamos examinar esse processo.

A formação da cárie envolve alguns fatores principais: Alimentação; Bactérias presentes na placa; Estado de saúde da boca. As bactérias interagem com os alimentos ingeridos e produzem resíduos na forma de ácidos que provocam a decomposição, ou desmineralização, de áreas situadas abaixo da superfície do dente. Essa deterioração da superfície do dente é a cárie.

Pense desta forma: Toda vez que comemos, ocorre um ataque ácido sobre o dente. O corpo contra-ataca lavando com saliva os restos alimentares e o ácido formado. A saliva não apenas tampona – ou neutraliza – os ácidos, mas também contém sais minerais (de cálcio e fosfato) que reconstroem as áreas desmineralizadas do dente ou atacadas pelos ácidos. Esse processo de reconstrução é conhecido como remineralização.

As séries de ataque e reconstrução são como uma guerra dentro da boca: o corpo procura reagir para proteger os dentes dos problemas do dia-a-dia. Entendendo o que de fato provoca a formação da cárie e observando melhor cada um de seus três fatores contribuintes, podemos buscar outros meios de evitá-la.

Alimentação
Alimentos e bebidas consumidos por períodos prolongados entre as refeições podem deslocar o equilíbrio entre remineralização/desmineralização a favor da formação da cárie. Comidas que grudam no dente, como caramelo e uva passa, devem ser evitadas entre as refeições, porque provocam um ataque ácido forte demais para a saliva combater. Já quando ingeridos durante a refeição, esses alimentos favorecem o lado da pessoa e de seus dentes.

Quando a criança dorme tomando mamadeira ou fica de dia com uma mamadeira na mão, seja com leite ou , sua boca se torna um campo propício para a produção de ácidos pelas bactérias e as cáries começam rapidamente a se formar. É o que chamamos de “cárie de mamadeira”. Para evitar a cárie, restrinja o consumo de doces, alimentos que grudam nos dentes e bebidas doces entre as refeições.

Dr. Anderson Miyazato se formou em 2002,  e logo se tornou especialista em duas áreas que hoje é o foco principal que rege o consultório: Prótese Dental (Reabilitação Oral) e Implantodontia.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

VEJA TAMBÉM: