Festas de final de ano exigem cuidados especiais com os animais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Festas de final de...

Durante esta época de festas de final de ano, ocorre um crescente número de incidentes com os animais domésticos, principalmente os cães e os gatos, mas é possível evitá-los, basta agir com os devidos cuidados. É aconselhável que eles fiquem em um lugar tranquilo, onde possam se sentir seguros, de preferência, tendo acesso fácil a um esconderijo.

Os fogos de artifício são responsáveis por muitos acidentes, dos mais variados tipos, principalmente com os cães. Pelo fato deles terem a audição muito aguçada, o incômodo é muito maior, podendo gerar reações agressivas.

Alguns veterinários aconselham o uso de tampões de algodão nos ouvidos, que deverão ser colocados minutos antes e tirados logo após os fogos, assim como calmantes naturais, que proporcionam resultado bastante eficiente para os animais que apresentam mudança de comportamento.

É grande, também, o número de fugas e, consequentemente o desaparecimento do animal, atropelamentos, ataques (investidas contra os próprios donos e visitas), brigas (inclusive com outros animais com os quais convivem), enforcamento com as próprias coleiras, afogamentos em piscinas, quedas de andares superiores da residência, aprisionamentos indesejados em porões e em lugares de difícil acesso, além de paradas cardiorrespiratórios, etc.

Em pânico, o animal desorientando entra em desarmonia com o ambiente, e se tratando de animais de grande porte, passam a oferecer muito mais perigo para as pessoas presentes no local, principalmente as crianças. O dono responsável deve evitar este tipo de situação, garantindo condições de segurança para que a sua festa transcorra em perfeita harmonia, sem estressar os animais da casa.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: