Sanepar fala sobre a volta da água em Rolândia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Sanepar fala sobre a...

  A assessoria de imprensa da Sanepar comunicou que a distribuição de água começou a ser normalizada na terça-feira (19). A empresa de saneamento afirmou que, na noite de segunda-feira (18), terminou a ancoragem de uma adutora de água potável na estação de tratamento do Ribeirão Ema e isso contribuiu para aumentar a distribuição da água.
  De acordo com a assessoria, a água estava sendo tratada, mas não havia meio de transportá-la. Na madrugada de terça-feira, a Sanepar começou o transporte da água, que vai possibilitar o aumento da distribuição na cidade, junto com o líquido dos poços artesianos.
  A Sanepar também recebeu o material – tubos e canos – para recuperar a adutora do Jaú também na terça-feira. A adutora capta água do rio para levar para a estação de tratamento. O transporte ainda continua interrompido, mas deve ser liberado o mais rápido possível.
  A assessoria afirma que a empresa trabalha dia e noite para normalizar o fornecimento. Segundo a assessoria, a produção nesta terça-feira já alcançou 300 metros cúbicos por hora, cerca de 60% da produção total, que é de 580 metros cúbicos.

Distribuição

A Sanepar armazena a água durante o dia, para distribui-la durante a noite. A empresa pede que a população faça o racionamento de água. Como a produção está reduzida, a água segue o seu caminho: enche a caixa d’água de um imóvel e segue para a próxima casa – ela não chega a todos as residências de uma vez só.
Quando muita água é utilizada em uma casa só, ela não é suficiente para chegar até as outras casas. A Sanepar alerta que é preciso economizar água, priorizando as necessidades extremas.

Reclamações
  Por outro lado, as redes sociais estão cheias de pessoas reclamando da falta de água e da demora na distribuição do líquido já produzido. O gerente regional da Sanepar, Mounir Chaowiche, havia prometido a produção de 60% da água no domingo, mas isso não foi visto. Esses números chegaram apenas agora na terça-feira, de acordo com a assessoria da empresa. Há bairros, como o Capricórnio, que estão desde o dia 11 sem receber uma gota de água.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: