Judoca Rafael volta a competir neste domingo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Judoca Rafael volta a...

  Neste domingo (24), o judoca de Rolândia, Rafael Silva Baby, volta a disputar uma competição depois da contusão que teve em junho do ano passado – foram quase sete meses fora dos tatames oficialmente. Rafael está em Cuba com a seleção brasileira para disputar o Grand Prix de Havana. A categoria de Baby (+100kg) será disputada no domingo (24) e as lutas começaram a às 13h (horário de
Brasília), com finais a partir das 20h (horário de Brasília). 
   Sem lutar desde abril, quando foi vice-campeão pan-americano, perdendo a final para o também brasileiro David Moura, o medalhista olímpico Rafael Silva está ansioso para voltar aos tatames. O judoca se recuperou deu uma lesão sofrida em junho. “Estou feliz por voltar a fazer o que mais gosto na vida, que é lutar. É uma grande oportunidade para ganhar ritmo de competição e conquistar pontos já no início do ano”, comentou o ‘Baby’, que sofreu uma lesão no músculo peitoral maior direito durante um treinamento e perdeu o Mundial e os Jogos Pan-Americanos por conta disso.

Ranking

  Desde a prata no Mundial de 2013, no Rio, Rafael Silva participou de nove eventos do Circuito Mundial e foi ao pódio em oito. Mas, por praticamente não ter lutado em 2015, já aparece atrás de outro brasileiro, David Moura, tanto no ranking mundial (é 14º, enquanto o rival está em 12º) quanto no ranking olímpico (aparece no 20.º lugar, mas David é 15.º). Rafael tem 1111 pontos e David Moura está com 1247 – são, portanto, 136 pontos de diferença entre os dois judocas. Nunca é demais lembrar que apenas um atleta de cada país disputa as Olimpíadas, que será no Rio de Janeiro.
  O ranking olímpico será fechado em maio e o judoca que estiver em melhor colocação é que representa o Brasil em sua categoria. Por isso, é importante que Rafael conquiste pontos em todas as competições de que participar.
Sua primeira chance é neste domingo (24), em Havana. Depois de dez dias concentrados em Pindamonhangaba em treinamento de campo internacional com judocas da Rússia, Azerbaijão, Colômbia, Líbano e Austrália, Rafael está pronto para brigar, literalmente, por sua posição de líder brasileiro no ranking mundial dos pesos-pesados. Para se ter uma ideia, o Grand Prix distribui a seguinte pontuação: 300 pontos para o campeão, 180 para o vice, 120 para os dois terceiros colocados, 60 para os quintos e 48 para os sétimos.

Grand Slam
  Nos dias 06 e 07 de fevereiro, uma competição ainda mais importante acontece na França: o Grand Slam de Paris. Novamente, Rafael deve disputar a competição na casa do francês Teddy Riner, líder absoluto da categoria peso-pesado. Nesse evento, mais preciosos pontos estarão em jogo: 500, 300, 200, 100 e 80, respectivamente para o 1º, 2º, 3º, 5º e 7º colocados.
  Em Havana, a equipe masculina também com Felipe Kitadai (60kg), Eric Takabatake (60kg), Alex Pombo (73kg), Leandro Guilheiro (81kg), Tiago Camilo (90kg) e Rafael Silva (+100kg), enquanto o feminino será formado por Sarah Menezes (48kg), Rafaela Silva (57kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg), com os técnicos Luiz Shinohara e Mario Tsutsui.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: