Você sabe quem são seus concorrentes? – por Fávio Iwakura

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Você sabe quem são...

    Se eu perguntar a você quais os concorrentes da Coca-Cola, você poderia me responder: Pepsi, Guaraná Antarctica, Guaraná Dolly. Se eu lhe perguntasse sobre as grandes concorrentes da companhia Gol, você citaria Latam e Azul. Se a pergunta envolvesse as cervejas, nomes como Skol, Brahma e Itaipava surgiriam como concorrentes. De fato, todas essas respostas estão corretas. Mas não completamente corretas.


    Isso porque acreditamos, erroneamente, que nossos concorrentes são organizações que produzem os mesmos produtos que o nosso, prestam os mesmos serviços ou atuam no mesmo segmento. O conceito de concorrência vai além disso. São seus concorrentes as empresas que atendem as mesmas necessidades dos seus clientes. Assim, um indivíduo que sente sede, tem inúmeras possibilidades de saciar sua necessidade: comprar uma garrafa de água mineral, uma lata de refrigerantes ou uma garrafa de cerveja. Note que neste exemplo temos a Ouro Fino concorrendo com a Coca-Cola que concorre com a Skol. Essas indústrias não produzem o mesmo produto, mas atendem a uma mesma necessidade de um consumidor. Por isso, devem ser considerados concorrentes.

    Se você possui uma loja de roupas infantis, saiba que você tem outros concorrentes além das outras lojas do segmento. Loja de brinquedos é um deles. Se o objetivo do consumidor é presentear um sobrinho, ele tem a disposição roupas, calçados, brinquedos e até celulares.

E se você é proprietário de um restaurante, não pode ignorar as pizzarias, as petiscarias e as lanchonetes. Todos servem comida. E não se esqueça dos inúmeros carrinhos de lanches espalhados pelas esquinas de nossa cidade.


    Para finalizar, relato um caso de uma loja de colchões de uma grande cidade brasileira. Esta loja percebeu que os seus clientes estavam deixando de pagar as prestações. Uma pesquisa revelou que seus clientes, quando se encontravam em um aperto financeiro, priorizavam a compra de crédito de celulares ao invés de quitar a parcela dos colchões. Foi aí que a loja percebeu que “ganhara” mais um concorrente: as operadores de telefonia celular.
Se você, empresário, não tinha ainda pensado sobre seus concorrentes, você provavelmente percebeu que acaba de ganhar novos competidores. De olho neles!

Fábio Iwakura é consultor empresarial, diretor da inteligência Consultoria Empresarial e colunista do Jornal de Rolândia.
Contato: fabio@inteligenciaconsultoria.com.br / (43) 9.8404-0482

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: