Projeto de lei pretende incentivar turismo na Estrada do São Rafael

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
  1. Home
  2. /
  3. Notícias Antigas
  4. /
  5. Projeto de lei pretende...

O projeto de lei que pretende transformar a Estrada do São Rafael, em Rolândia, em zona especial de interesse turístico foi discutido pela turismóloga do município, Flávia Galbero Costa, pelo vereador João Ardigo e pelo procurador da Câmara Municipal, Valter Akira Ywazaki. Os três se reuniram na quarta-feira (03), para falar sobre o plano e as possibilidades de desenvolvimento do projeto, que é uma iniciativa do Executivo e tem apoio de Ardigo.

Flávia conta que a principal mudança que a lei trará para a estrada é o impedimento de loteamentos nos arredores da via rural. As construções devem respeitar uma distância de 70 metros de cada lado, a partir do centro da estrada. “Essa restrição é porque temos que preservar as características da estrada, que é interesse turístico”, esclarece a turismóloga.

Serão permitidas apenas construções de empreendimentos turísticos, como lojas de artesanato, restaurantes rurais e comércios voltados ao turismo. “A gente quer incentivar a atividade turística ali, manter os pequenos produtores na região, criar uma alternativa de renda a partir do turismo e proteger as características originais da estrada”, afirma Flávia.

Os produtores e moradores que já habitam os arredores da estrada não terão nenhum prejuízo, pois, após a aprovação da lei, poderão continuar com suas atividades. Os imóveis já existentes vão permanecer.

Aprovação
Flávia explica que para o projeto ir para votação na Câmara precisa, primeiro, passar por uma audiência pública. “Vamos saber o que a população do entorno das propriedades rurais pensa sobre isso, explicar o que a lei vai trazer de benefícios ou mudanças para eles”, conta.

Depois da audiência, serão feitas alterações no projeto de acordo com as sugestões dadas pela população. “Depois que tiver todas as alterações necessárias vai para a Câmara para a votação”, relata Flávia.

Ardigo conta que o projeto é um pedido da população, que há muito tempo vem cobrando a lei. “Começou a sair uns loteamentos ali. A própria população do local está preocupada com isso”. O vereador ressalta que o projeto já foi aprovado pelo Conselho do Plano Diretor e pelo Conselho de Turismo, por unanimidade dos conselheiros.

A audiência pública deve ser convocada na 2ª quinzena do mês de março. A Estrada do São Rafael vai da PR 323 até o km 10, que já tem estabelecimentos voltados ao turismo rural.

Incentivo ao turismo
Flávia relembra que já existe um projeto antigo, que visa a criação da rota turística para a estrada rural, chamado “Caminhos de São Rafael”. “A Secretaria de Turismo e Cultura quer retomar esse projeto, para incentivar os pequenos produtores a investir na atividade turística e trazer recursos para aprimorar o paisagismo e a estrada”, afirma a turismóloga.

Segundo ela, os projetos devem fazer com que as pessoas que moram nas propriedades paralelas à estrada se interessem pela atividade turística e criar uma alternativa de renda para os proprietários rurais, que produzem diversos produtos que podem ser comercializados na própria estrada rural, poupando-os do deslocamento até a cidade.

“A estrada tem potencial turístico, temos a capela e o cemitério do São Rafael, ale, do ciclo turismo, ecoturismo e turismo rural, possibilitados pela estrada”, conclui Flávia.

idagencia

idagencia

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

VEJA TAMBÉM: